Xote Dos Milagres

Falamansa

Escrevi seu nome na areia
O sangue que corre em mim
Sai da tua veia

Veja só, você é a única
Que não me dá valor
Então por que será que este valor
É o que eu ainda quero ter?

Tenho tudo nas mãos
Mas não tenho nada
Então melhor ter nada
E lutar pelo que eu quiser

Ê, mas peraê
Ouça o forró tocando
E muita gente aê
Não é hora pra chorar

Porém, não é pecado
Se eu falar de amor
Se eu canto sentimento
Seja ele qual for

Me leva onde eu quero ir
Se quiser, também pode vir
Escuta o meu coração
Que bate no compasso
Da zabumba de paixão

Ê, pra surdo ouvir, pra cego ver
Que este xote faz milagre acontecer
Ê, pra surdo ouvir, pra cego ver
Que este xote faz milagre acontecer

Ê, pra surdo ouvir, pra cego ver
Que este xote faz milagre acontecer
Ê, pra surdo ouvir, pra cego ver
Falamansa faz milagre acontecer

Eu escrevi seu nome na areia
O sangue que corre em mim
Sai da tua veia

Veja só, você é a única
Que não me dá valor
Então por que será que este valor
É o que eu ainda quero ter?

Tenho tudo nas mãos
Mas não tenho nada
Então melhor ter nada
E lutar pelo que eu quiser

Ê, mas peraê
Ouça o forró tocando
E muita gente aê
Não é hora pra chorar

Porém, não é pecado
Se eu falar de amor
Se eu canto sentimento
Seja ele qual for

Me leva onde eu quero ir
Se quiser, também pode vir
Escuta o meu coração
Que bate no compasso
Da zabumba de paixão

Ê, pra surdo ouvir, pra cego ver
Que este xote faz milagre acontecer
Ê, pra surdo ouvir, pra cego ver
Que este xote faz milagre acontecer

Ê, pra surdo ouvir, pra cego ver
Que este xote faz milagre acontecer
Ê, pra surdo ouvir, pra cego ver
Falamansa faz milagre acontecer

Composição: Tato
Legendado por Marcelo e mais 2 pessoas. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Falamansa

Ver todas as músicas de Falamansa