Orós 2

Fagner

Não é só falar de seca
Não tem só seca no sertão
Mas não é só falar de seca
Não tem só seca no sertão
Quase acabava meu mundo
Quando o Orós empanzinou
Se rebentasse matava
Tudo que a gente plantou
Se não é seca, é enchente
Ai, ai, como somos sofredor
Eu só queria saber
O que foi que o Norte fez
Pra viver nesse pena
Todo nortista é devoto
Não se deita sem rezar
Se não é seca, é enchente
Doutor, que explicação me dá?
Se o sulista se zangar
Dele eu não tiro a razão
Lá vem a mesma conversa
Ou ajuda teu irmão
É triste um caboclo forte
Doutor, tem que estender a mão

Não é só falar de seca
Não tem só seca no sertão

Composição: João Do Vale
Enviada por Vanderley. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog