Fazendo Escola

Face da Morte

A chama da liberdade se renova
Face da Morte, MPB um som á toda prova
Traz passo a passo, data à data a necessidade
De se conhecer e amar o Brasil de verdade
Crimes contra a humanidade, crimes de guerra

Cabeças expostas nas praças, o povo acoitado nas janelas
Choques, saques torturas
Levando ao caixão lacrado ou à loucura
Muitos morreram enxergando o futuro

Mesmo trancafiados em solitárias cercados pelos mais altos muros
É a chama da liberdade que está acesa, não no pavio
E sim no coração de cada camarada revolucionário do Brasil
Não só em Lampião, Marighella, Lamarca, Oswaldão, Antonio Conselheiro
Inspirações de GOG, sim rapper guerrilheiro

A chama da liberdade está acesa em você moleque
É você, que aí de esquina carrega a PT (arma)
Está na hora de ir ao banheiro
E dar descarga nos maus pensamentos parceiro
O barraco é a trincheira, a inveja é a besteira

Olhe ao seu lado, a senhora chega ensangüentada
O médico diz não tem mais jeito, não tem mais leito
Olhar a criança catando lixo
Olha o abismo que separa o pobre e o rico
A liberdade não pode ser algemada

Deve sempre sim, estar de mãos dadas com os homens de bem
Veja as fotos da felicidade que está estampada na Passeata dos Cem Mil
Sinta a força do rap nacional invadindo o Brasil
GOG, Aliado G, Mano Ed, Viola
Face da Morte, idéia forte, fazendo escola

Enviada por Luciano. Revisão por Hugo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Face da Morte

Ver todas as músicas de Face da Morte