Aprenda inglês com a maior plataforma de letra de música da América Latina
Participar

América Latina

Fabio Brazza

Yo soy americano, latino americano
Filho do fardo escrito por Eduardo Galeano
As veias abertas da América Latina
A mercê dos interesses da América de cima

Banquete para as aves de rapina
Que deixaram a miséria e levaram a sua matéria prima
Sua sina, mão de obra campesina barata
Serviçal das minas de prata

Zapateca, Potossi, ouro, frenesi
Seu tesouro Incas, Maias, Astecas, Tupi
Nascemos pra servir
O sistema escravagista mais duradouro foi por aqui

Quem te descobre te descobre
Levam teu cobre e quem é que cobre esse rombo?
Pergunta pro Colombo
O que resta é só o escombro da história que te assombra
É só a sombra de um passado que ainda carrega em seu ombro

Gracias a la vida, que ha quitado tanto
Pero aún que resta el canto
Y se me cayo me llevanto

Quem descobriu Brasil não foi Portugal
Índios já viviam aqui irmão, muito antes de Cabral
Mas sua herança cultural
Foi dizimada pelas garras sedentas da matança colonial

E os mais americanos dentre nós
Nunca tiveram voz
Pois a história foi contada pelos vencedores
Portugueses e Espanhóis

Que fizeram questão
De transformar os assassinos em Heróis
Mas não seria Hernán Cortés um algoz? E Fernando Pizarro?
Não seria o verdadeiro herói Tupac Amaru?

No leito em desamparo, o maior genocídio da história
Nunca teve direito a reparo
Eu sou um storyteller
Mas a minha história nunca vai virar um best seller

Pois o que eles querem são histórias de sucesso
E sucesso pra eles são histórias como as do Rockfeller
Dinheiro sem critério, levam nosso minério
A nossa pobreza trás riqueza para seu império

Problema sério, o nosso solo é fértil
Mas nossa economia é estéril
E ainda é um mistério, os que antes vinham de caravelas
Chegam hoje pelo espaço aéreo

Até marítimo e a colonização segue seu ritmo
Tomadas pelas forças do outro lado do hemisfério
Efeito deletério corrompeu nossa terra
Esvaziou nosso cofre e encheu nosso cemitério
Mas pra cada Joaquim José da Silva Xavier
Ainda existe um Joaquim Silvério

Gracias a la vida, que ha quitado tanto
Pero aún que resta el canto
Y se me cayo me llevanto
América Latina sua sina es luchar
Su estória es um grito a clamar por libertad

Composição: Fábio Brazza
Enviada por Ian. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Você não precisa da tradução para entender essa letra!

Participe do evento e aprenda inglês com música

Quero participar

Posts relacionados

Ver mais no Blog