A Divina Comédia (feat. Zeus MC, Gigante No Mic e Nocivo Shomon)

Fabio Brazza

Porra Léo
Dizem que sou o irmão mais novo do Predella
Nunca ouviram Nega Bulla, fora do Badalo
Deve tá dopado de boa noite Cinderela
Logo eu, o Zeus, cês tudo ladrão de raio
Percy Jackson, song, with me
Muitos contestam o fato, de eu ser M'C
Rasta en el fuego, Babilônia
Mestre sou Hokage, sou aprendiz de cerimônia
Ragga memo brabo, zé povinho ficou mei brabo
Sou a tríade da Diss pra mim, não foi bem pago
Que que tá faltando no teu prato vacilão?
Não te achata no contrato, nós é rato de porão
Maturidade na cara, pô cara, prepara que os cara, tá crime
Tomando a cena, sulista, que embraza no mapa do game
Psicopata assassino, vendendo ideias pra por na vitrine
Chama na trama o menino, divino no Ragga, e o reggae

Já faz um tempo que eu perdi toda certeza
Ela pediu um beijo, eu cedi a gentileza
Isso gerou mais gentileza
Axioma de um profeta que não tá mais na represa
Já me senti acorrentado em correntezas
Arregacei as mangas e botei as cartas na mesa
Levando a vida com leveza
Porque a vida é bela mas nem tudo é uma beleza
Tem quem é correto politicamente
Enquanto eu fumo um que modifica a mente
Tem quem é desonesto e crucifica os ente
Quem purifica os crente não codifica a gente
Hey, Jhow minha vida é um Woodstock
Já liquidei o verde até da minha ponta de estoque
Não vou pagar que eu tô portando Glock
Se eu te chutar com meu Reebok cê sai de reboque
Quero dar facadas em quem só dá mancada
Chorando se foi não quer dizer que é lambada
Não vale ser um bamba falando de bambata
Se é só na gravação que tu é melhor que os de gravata
Eu bato de frente com quem apenas fala pelas costas
Se eu cobrar eu te cubro de soco
E te gasto do jeito que o diabo gosta
A vida é um jogo e lentamente Deus já fez as apostas
Cê vai dobrar ou correr? Sabendo que ele já sabe a resposta
Sabendo que ele já sabe a resposta, eu memo respondo
Foda-se os ídolos, eu vou ser Nietzsche
Não vem dá palpite no que eu tô compondo

Será, assim que o rap deveria estar?
Leite com pera pagando de Gangsta
Pede pra mãe e pro papai gastar
E nem vocês pagando a favela vai respeitar
Será, assim que o rap deveria estar?
Leite com pera pagando de Gangsta
Pede pra mãe e pro papai gastar
E nem vocês pagando a favela vai respeitar

Hey jhow, não consegui ser engraçado
Meu rap é pesado poca ideia pos bico
Enquanto você brinca pobre é assassinado
No senado mais safado que na rua Talarico
Mesmo pra morrer tem que provar que é inocente
Mas com dinheiro se compra até o presidente
Diabo é residente nas balada top
Refrão Photoshop mata o Hip-hop
O teu rap é pop forma sem conceito
Ciclope manda o BOPE no morro faz efeito
Aqui sobra imposto, no hospital falta leito
Paga o judiciário, salva mais um eleito
Robocop, quebrada, soldado do prefeito
Racismo que enquadra, melanina faz suspeito
Nutella reclamando que no rap não é aceito
Seus pais mata meu povo com a arma do preconceito
Tanto faz morre mais uma Marielle
A mídia se comove depende da cor da pele
Na maternidade outra mãe vai penar
Economiza cesária dá nada se assassinar
Ninguém vai assinar sistema catapulta
Vida não vale nada onde a máfia mete a multa
Cês querem Standup pra Playboy da risada
Sou porta voz favela onde a vida não é piada
Yo, onde a vida não é piada

Querido Jesus, desculpe te escrever esta carta
E atrapalhar o seu sono eterno
Mas é que aqui em baixo a galera já esta farta
Olhando pro céu se perguntando se esse não é inferno
Você que dividiu o pão, perdoou ladrão
Andou com excluídos, prostitutas e outros perseguidos
Se voltasse ia ser de novo crucificado
Acusado de comunista e defensor de bandidos
Cuidado se for voltar melhor armado
Que a delação continua premiada e tem Judas pra todo lado
O poder ainda tá na mão dos Fariseus
E melhor que ser filho de Deus é ser filho de deputado
É complicado, pois quem senta na cadeira do senado
Costuma desconhecer a cadeira de réu
E tem até um ditado que por mim foi inventado
Falta vaga na cela, sobra vaga no céu
É cruel, tão usando seu nome pra fazer fortuna
E quem não tiver pra pagar será julgado na tribuna
Confesso andar sobre a água foi um milagre e tanto
Mas andar de trem as 6 da tarde também é um milagre santo
Você multiplicou os peixes pra uma multidão inteira
Mas o povo tá subtraindo os peixes na carteira
É muita pagação de mico nem nota do mico ter pra gastar
E tá cheio de amigo da onça com nota da onça e não quer emprestar
Você curou tantos enfermos Jesus
Mas hoje em dia se alguém fica enfermo, não acha remédio nem lá no SUS
Andam dizendo que você vai voltar, mas quer saber
Se eu fosse você evitaria outra cruz!
Jesus desculpe te escrever esta carta, mas antes que eu parta
Peço que olhe por nós
O Brasil tá tão atroz que não dá nem pra conversar
E quer apostar que só de citar seu nome uns pela vão me xingar!

Composição: Fábio Brazza / Gigante no Mic / Nocivo Shomon / Zeus MC
Enviada por @souzahimself. Legendado por victor. Revisões por 15 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog