O Crente É Feliz

Ezequias de Oliveira

Um homem rico passeava na cidade querendo
Mostrar bondade veja o que aconteceu com ele
Gostava muito de fazer aposta encontrando
Seus amigos ouça o que aconteceu
Separando uma quantia de dinheiro e disse que o primeiro
Mendigo que me encontrar e me disser que é feliz o tempo inteiro
Eu lhe dou esse dinheiro porque sei não vou achar

Porque o pobre nunca tem felicidade pelas ruas da cidade
Começou a circular, isto era um pleno dia de domingo
Lá estava um mendigo esperando alguém passar
Ele parou seu carro e foi perguntando se o mendigo era feliz
Ele começou lamentar quem sou eu prá falar de felicidade
Só vivo de caridade ser feliz eu sempre quis
Aquele homem saiu muito convencido foi falar pros seus amigos
Nunca vi pobre feliz

Mas logo logo ele ficou impressionado passando em frente o barraco
De irmã maria que cantava alegremente
E dizia hoje canto sou feliz a minha vida é alegria
Ele parou seu carro e perguntou a ela
Você é pobre porque é feliz assim
Imediatamente ela respondeu hoje já não vivo eu mas é

Jesus que vive em mim
Aqui na terra eu posso não ter riquezas
E minha casa ser coberta de capim
O que importa é que sou crente fiel e
Quando chegar lá no céu tem um palácio para mim
O crente é feliz na bonança ou na dor
Na tristeza ou na alegria e o seu pão de cada dia quem prover é o senhor

Composição: Ezequias De Oliveira
Enviada por Camilo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Ezequias de Oliveira

Ver todas as músicas de Ezequias de Oliveira