Não Quero Te Negar

Erlene Silva

Foi o galo que anunciou a noite, mas triste
Foi o galo que cantou, e o seu canto ainda ecoa
Madrugada fria os saldados lhe batia
Sem temor sem compaixão
Levaram a Jesus em meio a pouca luz
Lhe davam socos e empurrões
E Pedro acompanhava e de longe avistava o sofrimento de Jesus
Sem entender o que estava acontecendo Pedro chorava
O que ele estava vendo o canto do galo em sua mente o açoitava
Parecia lhe dizer não te falei tu me negava
O que mais surpreendeu foi o olhar do meigo mestre olhando Pedro
Quem sabe ele queria lhe dizer eu ainda te amo
Eu te amo o que passou, passou

Pedro virando a costas saiu
Foi chorar amargamente o que ele viu
A Jesus ele negou e foi grande a quela dor no coraçao de pedro


Eu não quero te negar Senhor
Mas ao mesmo tempo falho sou
Não quero ser cana quebrada
Mas uma rocha bem firmada
Na tua presença eu quero ser

Eu não quero te negar Senhor
Mas ao mesmo tempo falho sou
Quero está em tua presença
Vou fazer a diferença
Prometo não vou te negar

Enviada por wilda. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog