Brasil

Entre Linhas

[Bonfim e Kweller]
Ayy, ayy, ayy, ayeah
Entre linhas, rapbox
(Hu, hum) meu povo pede paz

[Kweller]
O povo pede paz
E eu nem sei mais se tem
E eu tento tanto tê-la
Mas só sinto que eu to sem paz
E eu nem sei mais se vem
E eu tento tanto tê-la
Paz

Paz
Isso que falta, foda-se as nota
Bota isso em pauta, falta mais aula
Foda-se as nota
Os bota na bota, bota em uma jaula
Quem não se cala e exala revolta
Sem meia volta e medo dos cara
Para, o que cê vê na TV nem compara
Quem te vê, viu, xiu
Tio, nem fala
Chuva de bala, sem 7 belo
São mais de sete bala
Pra pela fazer o castelo
O mundo vira império
Ataque aéreo, bomba na síria
É sério, velho
Miséria impera, virou critério
Foda é que falta mais empatia
Sim, havia vida
Não sei mais sobre hoje em dia
Só sei que eu vou lutar
Ser humano não é só ter cidadania

[Bonfim]
E eu fiz parte da luta
Ancestrais que lutaram com a fome e o trabalho
Mundo gira e não muda
Sangue preto estampado na pele, eu não falho
O desprezo me assusta
Ilusão de quem esquece, ignora o passado
E se eu saio eles gruda
Mão pro alto, moio, vai, vai que é enquadro!
Abuso pela cor, pro estado mais um (e o racismo é cruel)
Divisão de dois lados, o povo e o estado (stress, torre de babel)
Rezo pela minha nação
Rezo pela minha vida e pro homem
Que essa merda toda, golpe e propina
Vá por água enquanto o povo descobre

[Kweller]
O povo pede paz
E eu nem sei mais se tem
E eu tento tanto tê-la
Mas só sinto que eu to sem paz
E eu nem sei mais se vem
E eu tento tanto tê-la
Paz

[Noma]
Fogo neles, bala neles
Foda-se os cara que fala (foda-se)
Põe em uma linha e dispara
São peso e esse peso que atrasa (vai)
Volta o que eles querem
Volta o que eles querem
Tudo o que eles querem
Pra a gente ainda não é nada
Quem vende, quem consome o medo
Eles fabricam e você fica em casa
Para, porra, vê (ó)
Hã, moldado pela tela e dá risada
Na cria onde meu berço finge paz mano (hã)
E a paz aqui só se consegue à mão armada
Invasão no congresso, invasão da polícia
Pra um dia ter a pátria amada
Onde o ser ainda é um bem de consumo
Enquanto a morte vende ainda vai ter quem paga (porra)

[Kweller]
O povo pede (ayy)
(Hum) o povo pede
Paz

O povo pede paz
E eu nem sei mais se tem
E eu tento tanto tê-la
Mas só sinto que eu to sem paz
E eu nem sei mais se vem
E eu tento tanto tê-la
Paz

Composição: Bonfim / Kweller / NOMA
Enviada por Gabriel.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog