Fleur De Saison

Emilie Simon

Original Tradução Original e tradução
Fleur De Saison

Dès les premières lueurs
Oh je sombre

Il me parait bien loin l'été
Je n'l'ai pas oublié
Mais j'ai perdu la raison
Et le temps peut bien s'arrêter
Peut bien me confisquer
Toute notion de saison

Dès les premières lueures d'Octobre
En tout bien tout honneur
Oh je sombre

Je sens comme une odeur de lis
Mes muscles se retissent
Et j'attends la floraison
Mais qu'a-t-il pu bien arriver
Entre septembre et mai
J'en ai oublié mon nom

Dès les premières lueurs d'Octobre
En tout bien tout honneur

Oh je sombre

Oh le temps a tourné je compte les pousses
Des autres fleurs de saison

Je ne sortirai pas encore de la mousse
Pas plus qu'une autre fleur de saison

Pas plus qu'une autre fleur de saison

Il me parai bien loin l'été
Mes feuilles désséchées
Ne font plus la connection
Mais qu'a t il pu bien arriver
Entre septembre et mai
Je n'fais plus la distinction

Dès les premières lueurs d'Octobre
En tout bien tout honeur
Oh je sombre

Oh le temps a tourné je compte les pousses
Des autres fleurs de saison

Je ne sortirai pas encore de la mousse
Pas plus qu'une autre fleur de saison (x3)

Dès les premières lueurs
Oh je sombre

Flor da Estação

Desde às primeiras luzes trêmulas
Eu naufrago

Me parece bem distante o verão
Não o esqueci
Mas já perdi a razão
E o tempo bem pode parar
E pode bem me confiscar
Qualquer noção das estações

Desde as primeiras luzes trêmulas de outubro
Muito bem em qualquer honra
Eu naufrago

Sinto como um aroma de flor de lis
Os meus músculos se endurecem
E espero a floração
Mas que pode bem ter que chegar
Entre setembro e maio
Esqueci meu nome

Desde as primeiras luzes trêmulas de outubro
Muito bem em qualquer honra

Eu naufrago

Oh o tempo girou eu conto o crescimento
De outras flores da estação

Não sairei ainda da espuma
Não mais que outra flor da estação

Não mais que outra flor da estação

Me parece bem distante o verão
Minha folhas secas
Não fazem mais a conexão
Mas que pode bem ter que chegar
Entre setembro e maio
Não faço mais distinção

Desde as primeiras luzes trêmulas de outubro
Muito bem em qualquer honra
Eu naufrago

Oh o tempo girou eu conto o crescimento
De outras flores da estação

Não sairei ainda da espuma
Não mais que outra flor da estação

Desde as primeiras luzes trêmulas
Eu naufrago

Composição: Emilie Simon
Enviada por Manoela. Legendado por bruno. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Emilie Simon

Ver todas as músicas de Emilie Simon