Vaso Quebrado

Elza Soares

Você cutucou meu coração
Com a vara curta do amor
Depois acenou e me deixou
Curtindo essa imensa dor
E disse pra eu ter muita paciência
Da tolerância nasce a flor
Vê se se manca e volta depressa
Não me deixe assim, sofredor

Você cutucou meu coração
Com a vara curta do amor
Depois acenou e me deixou
Curtindo essa imensa dor
E disse pra eu ter muita paciência
Da tolerância nasce a flor
Vê se se manca e volta depressa
Não me deixe assim, sofredor

Eu espero, aguardo e lhe peço
Esse negócio de amor é tão ruim
Quando não perdoo é o começo
Do princípio, do início, do fim
Ficar tão longe de mim não é bom
Mesmo que tenha sido enganado
Não há cola neste mundo inteiro
Que conserte um vaso quebrado

Você cutucou meu coração
Com a vara curta do amor
Depois acenou e me deixou
Curtindo essa imensa dor
E disse pra eu ter muita paciência
Da esperança nasce a dor
Vê se se manca e volta depressa
Não me deixa assim, sofredor

Não me deixa assim, sofredor
Não me deixa assim, sofredor

Composição: Adoniran Barbosa
Enviada por Diogo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog