Nega

Elza Soares

Nego
Não despreza a tua nega
Não me deixes tão sozinha

E do contrário, eu vou morrer de dor

Neguinho
Se tu não tens compaixão
Vou mandar fazer despacho
Pra conseguir teu coração

Eu não vou me torturar
Se tu não me aceitares, eu não
Há muito tempo tu devias entender
Que tua vida é a razão do meu viver
Diz meu preto, diz

Eu não vou me torturar
Se tu não me aceitares, eu não
Há muito tempo tu devias entender
Que tua vida é a razão do meu viver
Mas diz pretinho, nego

Nego
Não despreza a teu nega, não, não
Não me deixes tão sozinha
Do contrário, eu vou morrer de dor

Neguinho
Se tu não tens compaixão
Vou mandar fazer despacho, neném
Pra conseguir, meu bem, teu coração

Composição: Afonso Teixeira / Waldemar Gomes
Enviada por Diogo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog