Paixão Selvagem

Eliane Camargo

Na aba do seu chapéu
Mandei escrever meu nome
Eu sou a sua mulher
E você é o meu homem

Quando a caça é do leão
O lobo cheira e não come
Nos seus braços, viro fera
Sou uma onça pantera
E do seu amor tenho fome

Minha paixão é selvagem
Oh! Meu bem, fique ciente
Se eu te pegar com outra
Te rasgo, de unha e dente

No amor, sou furiosa
O meu homem, não divido
Sou esposa, sou amante
Mas você é meu marido

Eu também trago o seu nome
Na barra do meu vestido
Respirando boca a boca
Fico doida, muito louca
Nosso amor é um trem bandido

Composição: Josué Teixeira / Tião Do Carro
Enviada por Anderson.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog