Cabecinha No Ombro

Eliane Camargo

Encosta a sua cabecinha
No meu ombro, e chora
E conta, logo suas mágoas
Todas para mim

Quem chora no meu ombro
Eu juro, que não vai embora
Que não vai embora
Que não vai embora

Encosta a sua cabecinha
No meu ombro e chora
E conta logo suas mágoas
Todas para mim

Quem chora no meu ombro
Eu juro que não vai embora
Que não vai embora
Porque gosta de mim

Amor, eu quero os seus carinhos
Porque eu vivo tão sozinha
Não sei se a saudade fica
Ou se ela vai embora
Se ela vai embora
Se ela vai embora

Composição: Paulo Borges
Enviada por Anderson. Revisão por Anderson.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog