Dia De Muito E Véspera De Nada

Eduardo Gudin

Não deu pé
Nossa vida em comum mulher
Dois não brigam se um não quer
Você quis me engrenar uma ré
Mas não vou me matar, pois é

Não me afogo em qualquer maré
Quando jogo é na boa fé
Mas se o caso esta neste pé
Vou pegar meu boné

Mas vamos nos cruzar
Mais dias ou menos dias
Ai amor, mesmas pernas se cruzam
E aí ninguém vai mandar
O jogo é o melhor jogador

Mas, pois é minha amiga
A primeira que der ganha a briga
E depois você foi avisada
Dia de muita é véspera de nada
Ah, nada levantar
Sozinho que é a lei do lugar
Assim que é a lei do lugar

Composição: Eduardo Gudin / Paulo César Pinheiro
Enviada por Helio.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Eduardo Gudin

Ver todas as músicas de Eduardo Gudin