Ilusão

Eduardo Costa

Eu te quero como o rio quer o mar
Te desejo muito mais que o próprio ar
Eu te venero, te quero

Toda noite eu te espero como um louco
Coração bate apressado e que sufoco
E eu choro, eu choro

Isso não é uma declaração de amor
Só estou te confessando a minha dor
A minha dor, a minha dor, dor de amor

Seu amor pra mim é uma necessidade
Não entendo por que tanta crueldade
Comigo

O amor que eu te dei foi tudo em vão
E hoje vejo que você foi ilusão
E apesar de te amar
Sei que posso suportar a solidão

Composição: Eduardo Costa
Enviada por Raquel. Legendado por stefany. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog