Aprenda inglês com a maior plataforma de letra de música da América Latina
Participar

Mudando de Assunto

Edgar

Aí, parceiro
Pra você ver até em 3D
Sem LSD ou TV de LCD
Há desacato com a autoridade
Mas, na maioria das vezes, eu vejo descaso com o cidadão
Antes de estender a mão, me puxaram no rodo
É, eu também gosto de curtir meu final de semana
Bebendo uma breja, mas eu fico frustrado
Quando vejo um indivíduo no fim da vida
Disputando espaço e comida com moscas varejeiras
Vidas confundidas, perdidas, vendidas a varejo
E o que eu vejo, são restos de sonhos
Pelas estradas esburacadas
Salve Cascata, deixem a vaca em paz
Ainda testam em animais, vacinas letais
Rodeio não é cultura, é tortura
Mas eles ainda acham legais
Então toma um chá de se-manca
Propagando o underground da nossa língua lusitana
Na maioria das vezes eu confesso
Estou bêbado, transbordo as minhas palavras mas a minha bebida nunca derrama
I wanna ser amável pra quem te ama
Com um beijo e um abraço Judas lhe engana
Então não te julgo, você não me julgas
Eu passo a minha tarde insana
Com as minhas duas amigas a Mari e a Juana
A Mari e a Juana
A Mari e a Juana
A Mari e a Juana

No país da bossa nova
Roubaram uma bolsa nova
O Sol sem estribeira no céu
Quando a chuva estia
A casa não é minha mas sinta-se à vontade
Fazendo produtos auditivos sem prazo de validade
No país da bossa nova
Roubaram uma bolsa nova
O Sol sem estribeira no céu
Quando a chuva estia
A casa não é minha mas sinta-se à vontade
Fazendo produtos auditivos sem prazo de validade

Sonoramente falando, armado igual a Rússia
Escrevendo carapuça, mic calibre 12, bala no chão nego pula
Eu vou do cabaré ao Caribe
Sem bad trip de doce
Cadeiras de balanço, dançarinas de ula-ula
Sua gula engula, não empurra quem não quer bater-cabeça
Assoprando fumaça na cara de quem não fuma
Derrubando cerveja em quem não bebe
Desculpa, descubra o que te impede
Ou o que te paralisa, aguce o lado que você menos utiliza
Assuste os seus medos
Não escute meu som se ele te instiga, mantenha o raciocínio
Nas ruas se encontram mais maços de cigarros amassados
Do que latinhas de alumínio, o rap invadindo os condomínios
Saindo das favelas, eu vejo vários MC’s se esquecendo delas
Mas me diz, quem é que tem a melhor letra de rap
O que escreveu em casa, ou que foi dentro de uma cela?
Ou o que virou abertura de novela?
Pergunta pro Away que eu não sei
Sou surdo, cego e mudo
É melhor até mudar de assunto

Vervs Pavulistans Sangvs Mevs
Non Durco, Durco
Non Durco, Durco

No país da bossa nova
Roubaram uma bolsa nova
O Sol sem estribeira no céu
Quando a chuva estia
A casa não é minha mas sinta-se à vontade
Fazendo produtos auditivos sem prazo de validade
No país da bossa nova
Roubaram uma bolsa nova
O Sol sem estribeira no céu
Quando a chuva estia
A casa não é minha mas sinta-se à vontade
Fazendo produtos auditivos sem prazo de validade

Composição: Edgar
Enviada por Vitor. Revisão por Wendell.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Você não precisa da tradução para entender essa letra!

Participe do evento e aprenda inglês com música

Quero participar

Posts relacionados

Ver mais no Blog