Soy de Volar (part. Lali)

Dvicio

Original Tradução Original e tradução
Soy de Volar (part. Lali)

Sabes
Siempre me he tenido por valiente
Y ahora no me atrevo ni a mirarte
¿Qué me está pasando? ¿Qué tendrás?

Dime
No sabemos quién caerá primero
Cada uno aguanta en su terreno
Pero pronto te vas a mudar conmigo, eh

Y aunque sea una locura, esto va tomando altura
Y yo soy de volar
Y aunque estemos tan arriba
Que dé miedo la caída

Sé que sientes que esto no es por casualidad
Y aquí estás
Y esa cara, que por más que quiera, no me sabe ocultar
La verdad

No digas no, babe, no, babe
No, no, no
No digas no, babe, no, babe
No, no, no

Solo (solo)
Me pierdo si te he dado por perdida
De ti, me he contagiado sin medida
Revivo si te quedas a vivir conmigo

Yo, que lo sencillo lo hago complicado
Pero contigo, amor, yo qué sé
A tumba abierta, no lo me lo pienso (yeah)
Tú quédate a mi lado, ooh

Y aunque sea una locura, esto va tomando altura
Y yo soy de volar
Y aunque estemos tan arriba
Que dé miedo la caída

Sé que sientes que esto no es por casualidad, yeh
Y aquí estás (y aquí estás)
Y esa cara, que por más que quiera, no me sabe ocultar
La verdad (la verdad)

No digas no, babe, no, babe
No, no, no
No digas no, babe, no, babe
No, no, no

No digas no, babe, no, babe
No, no, no
No digas no, babe, no, babe

No perdamos la locura desde las alturas
Sabes que soy de volar
Y aunque estemos tan arriba
Que dé miedo la caída

Sé que sientes que esto no es por casualidad
Y aquí estás (y aquí estás)
Y esa cara, que por más que quiera, no me sabe ocultar (eh)
La verdad

No digas no, babe, no, babe
No, no, no
No digas no, babe, no, babe
No, no, no

No digas no, babe, no, babe
No, no, no
No digas no, babe, no, babe
No, no, no

Eu Sou de Voar (part. Lali)

Você sabe
Eu sempre me achei corajoso
E agora eu não me atrevo nem a te olhar
O que está acontecendo comigo? O que você terá?

Me diz
Não sabemos quem vai cair primeiro
Cada um aguenta o que pode
Mas logo você vai mudar comigo, é

E embora seja uma loucura, isso está crescendo
E eu estou voando
E embora estejamos tão altos
Que a queda dê medo

Eu sei que você sente que isso não é por acaso
E aqui está você
E essa cara, que por mais que tente, não consegue me esconder
A verdade

Não diga não, querida, não, querida
Não, não, não
Não diga não, querida, não, querida
Não, não, não

Sozinho (sozinho)
Eu me perco se eu te der por perdida
De você, me infectei sem medida
Eu revivo se você ficar para morar comigo

Eu, que complico o simples
Mas com você, amor, eu que sei que
Vamos para a sepultura, eu não penso sobre isso
Você fica ao meu lado, ooh

E embora seja uma loucura, isso está crescendo
E eu estou voando
E embora estejamos tão altos
Que a queda dê medo

Eu sei que você sente que isso não é por acaso
E aqui está você (e aqui está você)
E essa cara, que por mais que tente, não consegue me esconder
A verdade (a verdade)

Não diga não, querida, não, querida
Não, não, não
Não diga não, querida, não, querida
Não, não, não

Não diga não, querida, não, querida
Não, não, não
Não diga não, querida, não, querida

Não percamos a loucura desde das alturas
E eu estou voando
E embora estejamos tão altos
Que a queda dê medo

Eu sei que você sente que isso não é por acaso
E aqui está você (e aqui está você)
E essa cara, que por mais que tente, não consegue me esconder
A verdade (a verdade)

Não diga não, querida, não, querida
Não, não, não
Não diga não, querida, não, querida
Não, não, não

Não diga não, querida, não, querida
Não, não, não
Não diga não, querida, não, querida
Não, não, não

Composição: Antonio Escobar Núñez / Juan José Martín Martín / Martín Ceballos / Yoby Zúñiga
Enviada por Taylor e traduzida por Nathalia. Legendado por rubilene@live.com e Taylor.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog