Iluminado

Duzz

Yeah, yeah

Peu no beat, porra!
Yeah
Yeah, yeah

Tenho pouco tempo, reforço a questão (Yeah)
Hoje o impossível é minha obrigação (Aham)
Backwoods de 14g na mão (Blé)
Bitches me procuram querendo pressão (Bitch)

Procurando beats pra minha depressão (Wo)
Fazendo dinheiro pra minha depressão (Aham)
Aprendendo a viver com minha depressão (Yeah)
Sou iluminado, tenho uma missão

Não deixe que seus medos possam sabotar
Aquilo que carrega no seu coração
Dificuldades sempre estarão pra testar
Faz parte do processo de evolução

Não deixe que seus medos possam impedir
Vão te apontar os dedos e vão te medir
Não é uma novidade o mundo contestar
A liberdade fere em quem sonhar em sair

Vão zunir, só pra incomodar
E o que eu sempre faço, é amassar tipo pernilongo
Querem hype, história pra contar
Enquanto 'tô com a gang pelo certo, essa grana eu conto

Bitch me encarando, querendo problema
Fuma minha maconha e quer foder de algema
Pena que isso não combina com meu pulso
Empurro forte nela enquanto fumo crema

Empurro forte nela, ela gosta e geme
A buceta mais foda, eu quero ela pra sempre
O nosso amor é sujo, tem que não entende
Eu quero que se foda, tô descendo o pente

Eu chupando ela inteira com 10 mil nos dentes
Aproveitando a vida, eu já vivi doente
Valorizando a vida, eu vou viver pra sempre
O nosso mundo é sujo, tem quem não entende

10 anos atrás, desacreditado
Sonhos são reais, estou sempre acordado
Me disseram que era só 1% de chance
Hoje ela vê meus stories, curte meus posts

Também viu meus novos Nikes, meu drip do fone
Deixou marcas de batom na minha cueca Tommy
Ela me pediu foi pica, eu respondi foi toma
Offline pra balela, eu quero é din' na conta

Fazendo money pra minha mama
Blocos e mais blocos debaixo da minha cama
Em cima uma gostosa me olhando enquanto mama
Beck de mil conto só pra embelezar a trama

Fizemos pornô selvagem, o quarto virou savana
Acende a vela e reza por nosso amor em chamas
[?] De Colômbia, Haxixe [?]
E vamos impor que a vida seja mais insana

Não deixe que seus medos possam sabotar
Aquilo que carrega no seu coração
Dificuldades sempre estarão pra testar
Faz parte do processo de evolução

Não deixe que seus medos possam impedir
Vão te apontar os dedos e vão te medir
Não é uma novidade o mundo contestar
A liberdade fere em quem sonhar em sair

Sem massagem, podridão em arte
Eu não vim de Marte
Tinha muito lodo, então
A luz me busca ao fim do oceano

'Tô nadando a anos, a superfície é longe, então
Enquanto mais nado, não tenho nada
Hoje eu não tenho tempo pra nada
Saudade de quando nós só brincava na [?]
E geral se respeitava

Fama de merda não leva a nada
Mas quero cofres embaixo da escada
Grana não é tudo, mas quero várias
Enfrento os problemas transando e dando risada

Enviada por William. Legendado por Guilherme. Revisão por William.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog