De Volta Pro Futuro

Duzz

E quanto mais o tempo passa menos tenho a perder
E quanto mais dinheiro falta mais eu quero fazer
Mulher, respeito e poder, o quê que eu posso dizer?
Nós já nascemos no problema e o que nos resta é vencer
Hoje tá muito mais fácil, dizer que curte as correntes
Já não me falta sorriso, em breve ouro nos dentes
Vendo minha baby contente, sabe o que eu posso fazer
Se eu te levei pro meu mundo o que nos resta é viver (Aham)
Paz, justiça, eu acredito nisso
Liberdade de sorrir, real trap, compromisso
Eu não gosto de buchicho, conversa fiada
Postura vem de berço, progresso pros quebrada
Boombap antigo e atual (Huh?)
Boom-bap, seus tio vai passar mal (Yeah)
Boom-bap, de quebrada na sua (Ahn?)
Boom-bap, fortalece a cultura

Ando pensando que a vida é química e drogas
Faço mímicas, voltas, a vida bate e revolta
Foda-se, não tem mais volta
'Cê sabe, o drip num importa
Sempre foi espaço por portas, família longe sufoca
Dinheiro curto me assombra, fumo muito e num lombra
Eu penso muito e num conto, faço muito e ainda erro
Metade humano, eu sou falho, aprendo, dobro o trabalho
Vocês são vermes sem fardas
Querem hypar com a minha queda e não vão
Corra, estão nos levando para uma masmorra
Olha pro meu saco, cheiaço' já com essa porra
Eles não entendem que eu passo essa gangorra
Muito mais que um branco de dreads, tattoo e maconha
Tem sensação, presta atenção
Tudo acontecendo aos redores da sua visão
Visão é bom, às vezes não
Ver além da caixa me causa outra percepção
Decepção sempre vem, isso é normal pra mim
Talvez explique o porque eu respeitar o fim
Talvez explique meu medo em ver tudo assim
Gael pequeno, um futuro que é tão indeciso
Fazer mais grana, mais grana e o que for preciso
Mas por quê grana e mais grana se é indefinido?
Sair da Matrix, das balas, Sonaro, os vírus
Não temo a morte, mas porra, e os nossos filhos?

Problema é meu se ela gruda igual durex, igual durex
E os pensamentos preso igual minha Durag, minha Durag
Olhando em volta, não vejo alguém por perto, então qual é?
Eu tenho a voz pra decidir o que eu quiser sem perreco
Atrás de business, neguinho de favela, 'cê sabe qual o infalível
Entrando na sua mente, combate o coronavírus
Agora você sabe, fantástico, eu sou incrível
Nas ruas do meu bairro os dias são mais difícil
O táxi não para
O bus aqui não para, Uber aqui não entra porque diz: Fora de área
As tia da quebrada morreram mal informada
Porque a indústria diz que favelado não viaja
Olhando ao meu redor, o meu pulso faz sol
Os dias são mais fáceis pra aqueles que ganham em dólar
Me sinto radioativo igual os flashes desse farol
Se você tá no corre, sugiro: Me dê unfollow


Posts relacionados

Ver mais no Blog