Aliens (part. Rod 3030 e Thai Flow)

Duzz

Yeah, com os magazines cheios, gritando por paz
Yeah, às vezes é só saudade da casa dos meus pais
Yeah, às vezes o mundo fútil já não satisfaz
Yeah, mas já que se afundou, então não volta mais

Uh, yeah, aquele que te expele volta pra você
Uh, yeah, aquele que te instiga, não vai renascer
Uh, yeah, aquilo que semeia, poderá crescer
Uh, yeah, uh, yeah

Mais uma noite sem sono
No estilo cão sem rumo
Que recusa a ser um dono
Tempo é curto, eu já não durmo

No sonho de ter retorno
Pra poder investir no sonho
De acordar fedendo a ouro
Fazer estresse virar dinheiro
E que ele eles me iluminem em aliens
Conheço as vantagens

Fugi das beiradas, sou estranho aos Homo Sapiens
Vivo entre as miragens, fugi da maldade
Blindado por Cristo, Deus me olhando em toda a parte
Religião é um vírus, descobri em outras passagens
Fui encaminhado pra trazer essas mensagens
Foda-se não fazem, vocês são incapazes
Mudei vidas, sou eterno, vocês morrem após o hype

É necessário, às vezes, pensarmos que as coisas estão tudo bem
É necessário isso sempre, você idealizar as coisas indo bem
É necessário possuir fortunas, sem precisar possuir bens
É necessário possuir uns Benz só pra acharem que tá tudo bem

Uh, yeah, aquele que te expele, volta pra você
Uh, yeah, aquele que te instiga, não vai renascer
Uh, yeah, aquilo que semeia, poderá crescer
Uh, yeah, uh, yeah

[Rod 3030]
Ayy, será que é necessário
Tentar se encaixar nesse mundo ao contrário?
Me faço o necessário
O jogo que eu jogo, aqui não tem adversário
Não sei se tu entende, mas eu fumo no trabalho
Bebendo pra caralho, tipo meu aniversário
Me sinto bem quando eu sou bem pago
Mas quando eu me sinto mal, eu gasto todo meu salário
Então pra que vale tudo isso?
Não sei, eu tô no shopping, amo muito tudo isso
Não me senti em casa nem na casa dos meus pais
Talvez eu more longe demais
Ou mire longe demais
Mas quanto tempo já faz
Que eu morri, reencarnei e cresci, agora eu sou pai
Vai, segura essa responsa, vai
Ou acha que o dinheiro faz milagre, faz?

Pra cada desafio, mil rimas, estaca
Pra cada hater, foram mil vidas salvas
Os humanos são míopes da alma
Destruindo o próprio planeta, palmas
Saudade de encarnar em outra órbita
Longe dessa gente tão hipócrita
Onde eu possa ser quem sou
Aliens, sejam bem-vindos ao meu show

[Thai Flow]
Pais amém seus filhos, filhos amém mais seus pais
A vida é mais que joia, pra ter joia eu perco a paz
Você que não me olha, não entende, nós não somos iguais
Pais amém seus filhos, filhos olhem mais seus pais
A vida é mais que joia, pra ter joia eu perco a paz
Você que não me olha, não entende, nós não somos iguais

Grudado nessas nóias, eu vim do futuro
Baby, essa joia vale o preço, eu juro
Em cerca de vocês eu bebo ódio puro
Querem do meu drip, bebam do meu suco
Não perco mais tempo com coisas irreais

Eu, entrego minha vida aos que foram leais
Eu, já perdi de tudo, querendo de tudo
E é isso que não quero mais, nego
E é isso que não quero mais, nego

Recebo os sinais há um tempo
Por isso que o que faço, se espalha igual vento
Não é pra quem quer, é pra quem tem talento
E os motivos eu não falo, tá tudo guardado aqui dentro

[Duzz]
Uh, yeah, aquele que te expele volta pra você
Uh, yeah, aquilo que te instiga não vai renascer
Uh, yeah, aquilo que semeia poderá crescer
Uh, yeah, uh, yeah


Posts relacionados

Ver mais no Blog