Rosas

Drik Barbosa

Nada é de graça
Nada é de graça
Nada é de graça

Grana no bolso
Essa preta é foda
Isso é reembolso
Quero que vire moda
Sorriso no rosto
Isso te incomoda
Eu peguei gosto
Tô cheio de gosto

Banhada de ouro e prata
Chuva de gelo, vida ingrata
Banhada de ouro e prata
Sorriso é caro, nada é de graça
Banhada de ouro e prata
Chuva de gelo, vida ingrata
Banhada de ouro e prata
Sorriso é caro, nada é de graça

Minha água não é pra sua sede
Minha água não é pra sua sede
Minha água não é pra sua sede
Minha água não é pra sua sede

Sou ascenção
Vim de baixo, debaixo da opressão
Complexa demais pra sua compreensão
Visão periférica, voz periférica
Coloco o ego desses boy na minha mão
Quero mais que KITS, era Nefertiti
Com a dor fiz feat, transformei em som
Nóiz não tamo quite, várias dívidas
400 anos cês vão me pagar
Não vão me pegar, não, não
Mas eu vou cobrar
Cada gota de sangue que nem Rubi
Nem vem de ignorância pra reprimir
Sou Zacimba não sou sua Bi*
Tô no corre, sou Dandara sem Zumbi

Banhada de ouro e prata
Chuva de gelo, vida ingrata
Banhada de ouro e prata
Sorriso é caro, nada é de graça
Banhada de ouro e prata
Chuva de gelo, vida ingrata
Banhada de ouro e prata
Sorriso é caro, nada é de graça

Minha água não é pra sua sede
Minha água não é pra sua sede
Minha água não é pra sua sede
Minha água não é pra sua sede

Nem tudo são flores, flores
Pretas rosas faz espinho dessas dores, dessas dores
Trago vida melodio as agonia
Mar de cores, cores, cores
Nem tudo são cores
Ossos do ofício, pele que habito
Não é tudo sobre mim, sobre mim
Despeja esse ódio sobre mim
Me obriga ser forte contra mim

Sorrisos são joias raras
Garotas carregando o mundo todo
Garotas são joias raras
Sorri pra enfrentar o mundo todo
Trampa pra ganhar esse mundo todo
Fiz minha lança com essas linha
Agora tô buscando prata e ouro
Brilho no olho dessas rainha

Grana no bolso
Essa preta é foda
Isso é reembolso
Quero que vire moda
Sorriso no rosto
Isso te incomoda
Eu peguei gosto
Tô cheio de gosto

Banhada de ouro e prata
Chuva de gelo, vida ingrata
Banhada de ouro e prata
Sorriso é caro, nada é de graça
Banhada de ouro e prata
Chuva de gelo, vida ingrata
Banhada de ouro e prata
Sorriso é caro, nada é de graça

Minha água não é pra sua sede
Minha água não é pra sua sede
Minha água não é pra sua sede
Minha água não é pra sua sede

Cês me secando, eu sou banho de chuva
Escorreguem lágrimas, escorrem rimas
Tô encharcada, amor, de autoestima
Tô encharcada, amor, de autoestima
Cês me secando, eu sou banho de chuva
Escorreguem lágrimas, escorrem linhas
Tô encharcada, amor, de autoestima
Tô encharcada, amor, de autoestima

Composição: Drik Barbosa
Enviada por Madelene. Revisão por Junior.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog