Flow HP (part. Residente)

Don Omar

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Flow HP (part. Residente)

Uno, uno, uno
Uno
Súbelo
(Diablo)

(Vengo con un flow hijueputa)
(Vengo con un flow hijueputa)
Hasta abajo dale, hasta abajo dale
(Con un flow hijue-)

Esto es pa’ las motorita’ que se van en cuadrilla
Desde Carolina, hasta La Puntilla
Mucha guapería con babilla
Esto es Puertorro, puñeta, desde Las Antilla’

Los maliante’ que guarden los cañone’
Porque hoy se baila con cojone’
Urba y Rome cocinando reggaetone’
Con aceite de freír, alcapurria’ en Piñone’

Hasta abajo sucio con to’a la pandilla
Sudando agüita de alcantarilla
Esas nalga’ dándome rosquilla
Son más peligrosa’ que los turista’ sin mascarilla

Pegando con to’ los nudillo’
A lo Villa Margarita en Trujillo
Con un phillie y con un cinquillo
Cristal light, un galón de agua y ron limoncillo

Se siente real cuando el Residente narra
Porque a mí nadie me escribe las barra’
Clase de gratis, sin pizarra
Directamente ‘el barrio, música sin piano y sin guitarra

Escribiendo música sin prisa
No monetiza, pero los pelos te eriza
Pa’l carajo los charts
La verdadera copa es tener a to’a la disco chichando con ropa

Aquí no hay fórmula, esto es orgánico
Colonizamo’ hasta los británico’
Cuando yo parto el beat, nivel satánico
La competencia está con ataque de pánico

En esta pendejá’, tirando lirica
Soy el cabrón, papá, de tu fucking papá
Lo tuyo es wa-wa-wa, lo mío es ra-ta-ta
Tú ere’ una cebra y yo soy White Lion, pa’
Vengo, vengo, vengo, vengo, vengo, vengo

(Vengo con un flow hijueputa)
(Vengo con un flow hijueputa)
Hasta abajo dale, hasta abajo dale
(Con un flow hijueputa)

(Vengo con un flow hijueputa)
(Vengo con un flow hijueputa)
Hasta abajo dale, hasta abajo dale
(Con un flow hijueputa)

Esta va pa’l barrio, pa’l punto, pa’ los difunto’
Pa’ los pana’ preso’ pero siempre junto’
Pa’ los que no chotearon e hicieron tiempo
Los que nunca valvulearon y están saliendo

De cora, pa’ los que fuman y están bebiendo
Y hasta pa’ lo que andan hueliendo
Pa’ los calle full que le siguen metiendo
Y pa’ to’ el que esté jodiendo, ¿me copia’?

Pa’ los del juey saca'o y el budín de esquina
Y to’a las titerita’ que maquinan
Pa’ las que se escaparon y se perfumaron
Y hasta los panticito’ se combinan

Pa’ los que no llamamo’ ni nos reportamo’
Y terminamo’ el jangueo al otro día
Pa’ to’ los que fumamo’ y nos emborrachamo’
Y sin cojone’ nos tiene lo que nos digan

Pa’l que se medica y le pica, la vitamina
Dos po’ encima y gasolina (ey, ey)
Baile típico de marquesina
Pa’ que sude caldo de oso con la meno’ fina

Pa’ los que en la disco la tienen lista
Y ‘tan perreando en la pista
Pa’ las que andan buscando su terrorista
Y pa’ las que viran el cuello como el exorcista

Pa’ la cochebomba y la má’ sanita
Y a la que se le nota en la carita
Lo mucho que han bailao’ aunque se resistan
Y se la siguen dando en la má’ santita

Pa’ las que culean y los que perrean
Pa’ los de la vía y los que la menean
Pa’ los del fogón y lo’ que se coolean
Y pa’ los Real G que no frontean

(Vengo con un flow hijueputa)
(Vengo con un flow hijueputa)
Hasta abajo dale, hasta abajo dale
(Con un flow hijueputa))

(Vengo con un flow hijueputa)
(Vengo con un flow hijueputa)
Hasta abajo dale, hasta abajo dale
(Con un flow hijueputa)

Evo Jedis

Flow HP (parte. Residente)

Um um um
1
Aumenta
(Diabo)

(Eu venho com um fluxo filho da puta)
(Eu venho com um fluxo filho da puta)
Para cima, para baixo vá, para cima, para baixo, vá
(Com um filho de fluxo-)

Isso é para 'a motorita' que vai em uma gangue
De Carolina a La Puntilla
Muita beleza com sufocamento
Este é Puertorro, caramba, de Las Antilla '

Os maliantes 'deixem os canhões ficarem'
Porque hoje voce dança com uma bola
Urba e Roma cozinhando reggaetone '
Com óleo de fritura, alcapurria 'en Piñone'

Suba suja com toda a galera
Suando água de esgoto
Essas nádegas estão me dando donut
Eles são mais perigosos 'do que turistas' sem máscara

Bater com todos os nós dos dedos
A lo Villa Margarita em Trujillo
Com um phillie e com um cinquillo
Cristal light, um galão de água e rum de capim-limão

Parece real quando o residente narra
Porque ninguém me escreve as barras '
Aula grátis, sem quadro
Diretamente 'o bairro, música sem piano e sem violão

Escrevendo música sem pressa
Não gera receita, mas deixa seus cabelos em pé
Vou foder as paradas
A verdadeira taça é ter toda a discoteca chichando com roupas

Não há fórmula aqui, isso é orgânico
Nós colonizamos 'até mesmo os britânicos'
Quando eu quebrar o ritmo, nível satânico
A competição está em um ataque de pânico

Neste idiota ', puxando letras
Eu sou o bastardo, pai, da porra do seu pai
O seu é wa-wa-wa, o meu é ra-ta-ta
Você é uma zebra e eu sou o Leão Branco, pa '
Eu venho, eu venho, eu venho, eu venho, eu venho, eu venho

(Eu venho com um fluxo filho da puta)
(Eu venho com um fluxo filho da puta)
Para cima, para baixo vá, para cima, para baixo, vá
(Com um fluxo filho da puta)

(Eu venho com um fluxo filho da puta)
(Eu venho com um fluxo filho da puta)
Para cima, para baixo vá, para cima, para baixo, vá
(Com um fluxo filho da puta)

Esse aqui vai para o bairro, para o ponto, para o falecido
Pa 'los pana' prisioneiro 'mas sempre juntos'
Para quem não chot e cumpriu pena
Os que nunca valvularam e estão namorando

De coração, para quem fuma e bebe
E mesmo pelo que são marcantes
Pelas ruas cheias que continuam entrando
E para 'para' quem está trepando, você me copia?

Para aqueles do jogo e take away e o pudim de canto
E todos os pequenos fantoches que tramam
Para quem escapou e ficou perfumado
E até mesmo o panticito 'combina

Para aqueles que não ligam 'ou nos denunciam'
E terminamos o jangueo no dia seguinte
Para aqueles de nós que fumam e se embebedam
E sem bola eles têm o que nos dizem

Para quem medica e coça, a vitamina
Dois po 'no topo e gasolina (ei, ei)
Dança típica de marquise
Então, aquele caldo de urso transpira com o menos 'fino

Pra quem tá pronto na discoteca
E 'assim dançando na pista
Para quem procura seu terrorista
E para quem vira o pescoço como o exorcista

Para o carro-bomba e os mais saudáveis
E o que aparece em seu rosto
O quanto eles dançaram 'mesmo que resistam
E eles continuam dando a eles na forma mais sagrada

Para quem fode e quem é cão
Para aqueles na estrada e aqueles que se mexem
Para aqueles do fogão e do que é resfriado
E para o Real G que não enfrenta

(Eu venho com um fluxo filho da puta)
(Eu venho com um fluxo filho da puta)
Para cima, para baixo vá, para cima, para baixo, vá
(Com um fluxo filho da puta))

(Eu venho com um fluxo filho da puta)
(Eu venho com um fluxo filho da puta)
Para cima, para baixo vá, para cima, para baixo, vá
(Com um fluxo filho da puta)

Evo Jedis


Posts relacionados

Ver mais no Blog