Pássaro Proibido

Doces Bárbaros

Solto está o pássaro proibido
Perigo, cuidado, sinal nas ruas
Plumagem clara e brilhante
Ao sol e a lua transparente
Ao corisco e a maré
Ao corisco e a maré

Eu canto o sonho na cama
Do jeito doce e moreno
Eu canto

Pássaro proibido de sonhar
O canto macio, olhos molhados
Sem medo do erro maldito
De ser um pássaro proibido
Mas com o poder de voar
Mas com o poder de voar

Eu canto o sonho na cama
Do jeito doce e moreno
Eu canto

Voar até a mais alta árvore
Sem medo, tranquilo, iluminado
Cantando o que quer dizer
Perguntando o que quer dizer
O que quer dizer meu cantar
O que quer dizer meu cantar

Composição: Caetano Veloso / Maria Bethânia
Enviada por Luana. Revisão por Mônica.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog