LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Hoje Não

Djonga

E aê, Coyote

Vi quem só andava com o mesmo chinelo
Com o preço de uma casa no seu sapateiro
Olhei pro braço dos cria, tá geral de Rolex
Finalmente pude entender porque tempo é dinheiro

E eu tô tirando o pé pra ver se os otário me alcança
Eu tô tirando o pé pra ver se os otário me alcança
Eu tô tirando o pé pra ver se os otário me alcança
Eu tô tirando o pé pra ver se os otário

Tirando lazer de Porsche
Peita da Lost e tudo
Movimento suspeito, pediram pra encostar
O doc tá no meu nome, é o que te deixa puto
Só pode ser brincadeira
Começa a perguntar
Tem coisa errada na fita
Filhão, cê tá com quem?
Sou eu por eu, doutor
Sei, parece conto de fada
Vai no histórico do Mac
Ver quem seu filho ama
Achou mesmo que o herói dele ia ser alguém de farda?
Eu tô tirando o pé pra ver se os otário me alcança
E sua filha é danada, ela gosta de meter e dançar
De segunda a quinta, na zona sul ela é santa
Mas senta pros cria no baile toda semana (eu sento e me acabo)
É que enquanto o doutor capota os de raça no soco
Ela tá falando que ama ver um preto no topo
Imagina seu moço, neto com esse biotipo
O mais fácil é eliminar todos esses garoto
Que anda de cara fechada e não tem medo do mal, não
Fumando a flora, chefe, sempre no bolso com a fauna
Boné Nike tampando o olho
Que é pra não enxergarem as feridas da nossa alma
Vê se na delegacia seu papo se sustenta
Era ontem que nós vendia, pô, hoje nós tá comprando
Nunca queimei largada, sou incansável, mano
Igual suas piada racista, corredor queniano

Tirando o pé pra ver se os otário me alcança
Eu tô tirando o pé pra ver se os otário me alcança
Eu tô tirando o pé pra ver se os otário me alcança
Eu tô tirando o pé pra ver se os otário

Perguntam se eu não me arrependo do que tenho dito
Mas não se arrependem de Jenifers, Kauãs e Ágathas
Nós aqui carregando o peso do mundo nas costas
Por coisa que nem o peso na sua consciência paga
Eu tô puxando a boia pra ver se os otário afunda
Tipo esses cara que acha que mulher preta é bunda
Privilégio branco é esses white trapper
Que pede grana pro pai pra ver sua primeira banda
1-7-1 pra mim não é mais crime, seu guarda
É o número em milhões de streamings no meu Spotify
Quer me matar com G3, mas cê paga 3G
Pros seus menor me ouvir na rua se tiver sem Wi-Fi
No meu apê, jacuzzi, e eu abri mão da Uzi
E tô sempre ouvindo Poze e com o oitão clássico
Mas o moleque fuzil, quem tinha estado febril
A foto do meu Brasil saiu torta e sem close
Querem nos botar na cruz, toda semana é santa
Abriram a porta do fundo, mas não vou pra caçamba
Entrei no carro e acelerei, isso aqui é Panamera
E eu não vou tirar o pé, pô
Nem se quiser cês me alcança

Tirando o pé pra ver se os otário me alcança
Tô tirando o pé pra ver se os otário me alcança
Tô tirando o pé pra ver se os otário me alcança
Tô tirando o pé pra ver se os otário me alcança

Enviada por Claudyneia. Legendado por yFleeett. Revisão por Livia.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog