Aquele Um

Djavan

Baixou
Num centro de mesa de um bar
Um santo estranho
Cheirou, fumou, não cuspiu,
Sei lá.....
E tocou piano
Falou que "era aquele um"
Das quebradas
O santo de cama
Das mal amadas
Alguém do centro perguntou o seu ponto
Aí o santo lhe respondeu:
Meu ponto é qualquer um
Com bicheiro e taxi

Zarakiê, Zaraquiê, Zoroquiê
Zaraquiê, Zoroquiê

Composição: Aldir Blanc / Djavan
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Djavan

Ver todas as músicas de Djavan