Sururu de Capote

Djavan

Ê saravá é sucuri
Ê sarará de prataji
Eis o siri-de-coral
Sururu na casca é capote

No nordeste tem Santo Antônio, São Benedicto
Tem matrimônio de corpo invicto
Quatro pimentas um prato feito
Uma tapa na venta pra quem não comer direito

Ê rapariga não se tortura
Dor de barriga, cidreira cura
É na casinha que se faz
Aquela mocinha tá ficando um rapaz

Em São Paulo é bom, mas como lá eu não digo
Vou pegar ônibus vou rever meu umbigo
Em São Paulo é bom, mas como lá eu não digo
Vou pegar ônibus vou rever meu umbigo

Composição: Djavan
Revisão por Maurinho.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Djavan

Ver todas as músicas de Djavan