Megafunk Gaitaço 4

DJ João Vitor

Gosto
Das suas mãos atrevidas
Desse seu olhar maldoso
Suas frases provocantes
Desse jogo corpo a corpo

Você é o defeito que eu gosto de ter
Se for pra errar tem que ser com você

Quero
Sua cama passageira
A sua temperatura
Traz a loucura pro quarto
Deixa a razão na rua
Temos uma noite inteira
Pra fazer o que quiser

Conte mais uma mentira
Que sou diferente
Que gosta da gente, eu vou acreditar
Relaxa
Não precisa estar nem aqui quando eu acordar

Põe mais uma noite aí na conta da loucura
Hoje o desejo é quem vai levar a culpa
Do cabelo bagunçado, perfume misturado
Meus olhos passeando no teu corpo todo

Põe mais uma noite aí na conta da loucura
Hoje o desejo é quem vai levar a culpa
Do cabelo bagunçado, perfume misturado
Meus olhos passeando no teu corpo todo

Coração nem precisa saber
Que hoje eu tô com você
Coração nem precisa saber
Que hoje eu tô com você

Conte mais uma mentira
Que sou diferente
Que gosta da gente, eu vou acreditar
Relaxa

A partir de agora o coração bate mais forte
DJ João Vitor

Põe mais uma noite aí na conta da loucura
Hoje o desejo é quem vai levar a culpa
Do cabelo bagunçado, perfume misturado
Meus olhos passeando no teu corpo todo

Põe mais uma noite aí na conta da loucura
Hoje o desejo é quem vai levar a culpa
Do cabelo bagunçado, perfume misturado
Meus olhos passeando no teu corpo todo

Coração nem precisa saber
Que hoje eu tô com você
Coração nem precisa saber
Que hoje eu tô com você

Você merece um Oscar
Todo tempo foi atriz
Só me usou pra ser feliz
Nada fiz pra merecer
Nunca vi ninguém fingir igual você

Tá difícil acreditar
Foi preciso ver pra crer
Diz que isso é uma miragem
Essa ai não é você

Os amigos me alertaram
Mas eu não quis enxergar
Eu que me achava esperto
Veja onde eu fui parar

Frente a frente
Com você e outra pessoa
De mãos dadas numa boa
Eu que sempre fui fiel
A mocinha
Deste filme foi vilã
Parabéns ganhou um fã
Só te falta o troféu

Você merece o Oscar
Em matéria de enganar
Você soube interpretar
E eu cai nessa novela
Você merece o Oscar
Todo o tempo foi atriz
Só me usou pra ser feliz
Nada fiz pra merecer
Nunca vi ninguém fingir igual a você

Um beijo de manhã
Que é pra gente esquentar
Dois beijos no almoço
Três beijos no jantar
A noite um milhão

DJ João Vitor Novas

De paulada eu estou cheio
De desprezo me cansei
Ou me ama de verdade
Ou eu vou deixar você
A paciência tem limites
O meu gás esta no fim
Nosso fogo esta apagando
Você jogou água em mim
Mas ainda temos chance
Se você fizer assim

Um beijo de manhã
Que é pra gente esquentar
Dois beijos no almoço
Três beijos no jantar
A noite um milhão
Se o coração
Puder aguentar

O amor e muito bom
Mais você não quer saber
Sua vida amargando
Não sei o que fazer
Que vida danada
Lenha molhada
Não da pra acender

Chora cordeona que alguém já me falou
Dançar é bom e bom dançarino sou
Bota teus dedos no teclado e puxa e fole
Gaiteiro mole não presta pra fazer show!

Chora cordeona que alguém já me falou
Dançar é bom e bom dançarino sou
Bota teus dedos no teclado e puxa e fole
Gaiteiro mole não presta pra fazer show!

Eu vim pro arrasta-pé arranjar muié
Que eu tô a fim de casar
Hoje saio do salão enrabichado
Meio casado, gaiteiro, quero dançar

Eu vim pro arrasta-pé arranjar muié
Que eu tô a fim de casar
Hoje saio do salão enrabichado
Meio casado, gaiteiro, quero dançar

DJ João Vitor
Adicione em seus favoritos

Chora cordeona que alguém já me falou
Dançar é bom e bom dançarino sou
Bota teus dedos no teclado e puxa e fole
Gaiteiro mole não presta pra fazer show!

Chora cordeona que alguém já me falou
Dançar é bom e bom dançarino sou
Bota teus dedos no teclado e puxa e fole
Gaiteiro mole não presta pra fazer show!

Uísque e um cigarro
E um garçom enchendo o saco
Diz que vai fechar o bar
Eu pago cem reais no que ainda resta na garrafa
Ele não quer vender
Pra não me ver chorar
Eu já bebi demais
Mas eu não vou voltar pra casa
Hoje eu vou dormir na rua
Se eu me tornar um vagabundo por aí

DJ João Vitor Novas

Uísque e um cigarro
E um garçom enchendo o saco
Diz que vai fechar o bar
Eu pago cem reais no que ainda resta na garrafa
Ele não quer vender
Pra não me ver chorar
Eu já bebi demais
Mas eu não vou voltar pra casa
Hoje eu vou dormir na rua
Se eu me tornar um vagabundo por aí
A culpa é sua

Já tonto chato
E ninguém ta me suportando
Mas perdoa eu já não sei mais o que tô fazendo
Isso vai passar
Mas só quando ela voltar pros meus braços

Eu que nem bebia
Nem saía
Só me dedicava a ela
Eu vivia só pra ela
Se hoje eu choro tanto
Se eu já tô tonto
E se eu vou dormir na rua
Isso não importa mais
Isso pra mim tanto faz
A culpa é sua

Já tonto chato
E ninguém ta me suportando
Mas perdoa eu já não sei mais o que tô fazendo
Isso vai passar
Mas só quando ela voltar pros meus braços

Eu que nem bebia
Nem saía
Só me dedicava a ela
Eu vivia só pra ela
Se hoje eu choro tanto
Se eu já tô tonto
E se eu vou dormir na rua
Isso não importa mais
Isso pra mim tanto faz
A culpa é sua


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de DJ João Vitor

Ver todas as músicas de DJ João Vitor