Possuído pelo cão

DFC

Naquela tarde tudo parecia bem
A esquizofrenia nunca mais incomodou
Mas a paranoia estava sempre ao seu lado
Decidiu então acabar com seu irmão

Lembrou da internação e dos momentos de agonia
Catou a 12 e esperou o irmão dormir
O cano na cabeça do irmão ele encostou

A sua paranoia finalmente acabou
Atirou e riu e mostrou pra empregada
O seu irmão não teve como se defender

Ligou pra funerária
Encomendando um velório
Fumando ele esperou a chegada da polícia
Possuído pelo cão,ele matou seu irmão

Enviada por Julio. Revisão por Ivo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog