Aparencia

Dayane Damasceno

Não vai adiantar
Meu erguer de mãos aos Céus
Se eu não cumprir o papel de Deus respeitar
Não vai adiantar
Fazer linda oração se feio está o meu coração
E eu não consigo amar

Não vai adiantar
Te procurar em Templos
Não habitas em paredes
Seu lugar é aqui dentro de mim
Pelo menos sei que deveria ser assim

Não vai adiantar
Cantar louvores com fervor
Se meus atos são de horror e ofendem ao Criador
Não vai adiantar
Preservar reputação
Camuflar minha podridão
Fingir ser quem não sou
Não vai adiantar
Se eu ganhar o mundo inteiro
E perder minha alma
De Cristo ouvir: "Não te conheço!"
Ai de mim

Todo o bem que eu fizer
Perde o valor se for só aparência
Não adiantará
Dizer que amo a Cristo se vivo em desobediência

Todo o bem que eu fizer
Transforma-se em nada se for mero disfarce
Não adiantará pronunciar belos discursos
Que com ações se desfazem

Não vai adiantar
Todo o sucesso do mundo
Que jamais compensará o fracasso de um lar
Não vai adiantar
Conquistar pra preencher a cratera do meu ser
Que é do tamanho de Deus
Não vai adiantar
Pecar e achar que ninguém vê
Se dos olhos do Senhor não tenho como me esconder
Ai de mim!

Todo mal que eu fizer responderei diante do Justo Juiz
Quando Ele voltar não dar pra escapar da ira de Cristo que condenará

Todo mal que eu fizer é semeadura que terá colheita
Não adiantará chorar
Se eu rejeitar a Cristo Ele me rejeitará

Mas se eu admitir
Me degradar
Me arrepender
Então tirar a máscara de falsa santidade
Então eu sei
Perdoarás e aceitarás minha oração
Minha canção e o meu amor
Que tem ser de verdade


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Dayane Damasceno

Ver todas as músicas de Dayane Damasceno