Girl

Daoko

Original Tradução Original e tradução
Girl

furetara houkai kasou no sekai
nandomo tsukurinaoshite
zutto matteta karada amakushite
tsuki no uragawa kara

samishii kamisama
atashi no koto itten no
samishiku nanka nai
samishii to ka kangaenai

nee kimi no umareta sekai wa
kimi no sugoshiteru aji wa
amai karai shoppai nigai
soretomo suppai no?
dore kurai no aijou o
kono sekai ni muketen’no?
kage usokusai na
kamenbudoukai mitai

guruguruguruguru mawaru
sugusugusugusugu haichau
bokkari aita ana kara
amai awai itai afureru

furetara houkai kasou no sekai
nandomo tsukurinaoshite
zutto matteta karada amakushite
tsuki no uragawa kara

furetara houkai mousou no hate
nandomo tsukurinaoshite
hora mite furete
nanka kanjite hontou no atashi o

furetara houkai mousou no hate
nandomo tsukurinaoshite
fureta totan ni kuzuretekieru
atashi no naka no atashi

i ai i ai i ai shiritai
i ai i ai i ai aishite
i ai i ai i ai ai ga nakucha
kono sekai wa hametsu yo

yume miteta no atashi

ten to chi choudo mannaka
fuyuusuru yuru ga nai atashi
daremo ga urayamunda
yuuhitsu zettaiteki na sonzai

konnichi wa
konban wa
ohayou
hajimemashite arifureteite
atari mae de nai fureai o shiritai no motometeiru kara
taitou no kachi aru nanka o arittake atashi ni dake
unmei kiseki michibiki ga atte atashi ni aeta anata wa shiawase

tarinai mono shika nai
tarinai mono shika mienai
atashi igai no subete
kirameite mieru no nande?

tanoshii na tanoshii yo ne
ureshii na ureshii yo ne
anata mo sounara minna onaji hanashimashou
nani kara hanasou
wakuwaku suru ne dokidoki suru ne
ima ga ichiban shiawase
minna to deaete yokatta
atashi hitori ja nainda

mitasareta ganbou
kore ga motometeta kimochi
atashi mo minna to onaji kirameite mieru hazu

kanatta hazu no yume da
kore ga motometeta ibasho?
mada atashi igai ga subete
kirameite mieru no
kanatta hazu no yume da

tarinai mono shika nai
tarinai mono shika mienai
atashi igai no subete
kirameite mieru riyuu

suki, suki, suki, daisuki

nai mono nedari na atashi
itsu kara kowarete itandaro
yume miteta no atashi
yume demo mirete ureshikatta

Menina

Neste mundo imaginário, tudo que toco se desmorona
Quantas vezes tenho que reconstruí-lo?
Meu corpo se tornou especialista de tanto esperar
A partir do outro lado da lua

Um deus solitário
Está me dizendo
Que não chores mais
Nem pense em coisas tristes

Hey, nesse mundo em que você nasceu
Que sabor tem o tempo que passa?
Doce? Picante? Salgado? Amargo?
Ou por acaso é venenoso?
Onde está seu amor?
Está apontando para esse mundo?
Esse reflexo não é natural
Parece um baile de máscaras

Dando voltas, voltas, voltas, voltas, voltas, voltas
Rápido, rápido, rápido, rápido, rápido, rápido se desvanece
E desaparece pelo buraco
Uma doce dor transborda

Neste mundo imaginário, tudo que toco se desmorona
Quantas vezes tenho que reconstruí-lo?
Meu corpo se tornou especialista de tanto esperar
A partir do outro lado da lua

Tudo o que toco se desmorona, como o fim de uma ilusão
Quantas vezes tenho que reconstruí-lo?
Olhe, estou tocando-o
Na verdade, eu estou sentindo-o

Tudo o que toco se desmorona, como o fim de uma ilusão
Quantas vezes tenho que reconstruí-lo?
Quando o toco, colapsa e desaparece
Como meu eu interior

Eu amo, eu amo, eu amo, quero saber
Eu amo, eu amo, eu amo, te amo
Eu amo, eu amo, eu amo, perdi meu amor
Este mundo está condenado

Meu próprio eu num sonho

Justo entre o céu e a terra
Estou flutuando em silêncio
Invejando a todos os demais
Sou a única que existe

Boa tarde
Boa noite
Bom dia
Como vai você?, são palavras comuns
Quero que me cumprimente de forma diferente dos demais
Quero que apenas a mim dê tudo o que tem
O destino, o milagre, a vontade divina puderam me encontrar e trazer-te a felicidade

Não há nada que seja suficiente
Posso ver que não há nada que seja suficiente
Exceto eu,
Por que tudo está brilhando?

É divertido? É divertido
Está feliz? Estou feliz
Você é igual aos demais, falemos
Do que devemos falar?
Está nervosa? Está animada?
Agora me sinto mais feliz
Me alegro de termos nos conhecido
Não estou mais sozinha

O desejo que pude cumprir
Isto é o que sente por tê-lo desejado
Eu sou como todos os demais, agora deveria ver esse brilho

Meu desejo se tornou realidade em um sonho
Aqui é onde estão os desejos?
Ainda posso ver esse brilho
Em tudo mais
Meu desejo se tornou realidade em um sonho

Não há nada que seja suficiente
Posso ver que não há nada que seja suficiente
Tudo isso não me representa
Mas brilha por alguma razão

Gosto, gosto, gosto, amo

Rogo pelo que não tenho
Por coisas que foram quebradas quem sabe há quanto tempo
Por haver me visto em um sonho
E ter sido capaz de me ver me deixou feliz

Composição: DAOKO
Enviada por Suzana e traduzida por Eto. Legendado por Meliane. Revisão por Geovando.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Daoko

Ver todas as músicas de Daoko