Semana do Inglês com Música
dias horas minutos
Participar

Dr Destino

Da Guedes

Quero dormir , mas se os meus olhos fecham, imagens, cenas, visões,
Da noite passada me fazem Ter reações de mea culpa
A mina eu não sabia de onde veio , podia até ser na boa, era boa
Mas aí o culpado sou eu , a camisinha está aí para ser usada,
Ruim as vezes é , pior é isso que vem depois
De algumas horas é foda,
A cabeça roda,
As paradas que outro dia eu vi no jornal,
Fotos dos manos, jogados no hospital, mal
Ruim, sem poder sair, a danada é foda, acaba com o cara,
Imagina onde acha em quem é que está, controla a tara,
A AIDS tá aí não pára, mata
São 4 letras que lembram, o desastre, a chacina, a matança, epidemia
A correria continua , as vezes por dinheiro e outras por prazer
De dar a ...eta,
Mais uma trombeta suou no céu , população vai morrendo
Na frente o algoz , rindo, correndo
O quanto mais rápido ele anda
Mais gente ele mata,
A solução é quem diria a tal da camisinha
Informação para quem precisa mano, esse é o papel, não dói
A.Ricoi , dotado da rima,
Eu Não sou imune, to muito preocupado e
Lanço mais um toque, pra todos os chegados
Se cuidar é o melhor,
Se prevenir vou dizer ,
Manos do rap já falou preste atenção porque
Se queres transa se queres viver
Se queres transa valorize você.........

O Dr. destino é foda
Sem camisinha
Se jogo, dentro do copo
É na esquina
Êxtase, alívio, vida sem doutrina
Pedra na cabeça
Viaja na neblina

Olha o mano copo cheio bebe tudo,
Gim , conhaque, cerveja, pé sujo
Alcoolizado, chapado, virando a bira o mundo
Ainda ontem pai de família,
Hoje o bêbado do bar um vagabundo
Amanhã na sarjeta um sujismundo,
Álcool, palavra de seis letras,
Assim como o número da besta,
O veneno que o governo coloca na sua mesa
Nas mãos inocentes de nossas crianças
Destruem o futuro a paz a esperança
Garrafas bonitas mulheres gostosas
Escondem o vicio a situação desastrosa
Esse é o jogo a tática a matemática
Manos morrem nas ruas, cirrose hepática
Essa é a minha crítica,
Pois pra essa droga não existe política
Quem fala? Henrique Marques, sóbrio
Negro X é óbvio,
Lamentos e lastimas, eu..
Eu bebo lágrimas......

Refrão

Fumaça é o que eu mais vejo por aqui
Má qualidade do ar,
Já tá difícil, sufoco respirar,
Hoje em dia meu pulmão agradece e se pá
Não teria muito gás pra ti mandar essa letra,
Divagar no bagulho pra não fugir do esquema
Dos meu não tema, vejo problema,
Nessa pedra que estraga mata
Come por dentro, jogo os manos na calçada
Qualquer quebrada
Epidemia de desgraça, você entra no cachimbo
Aí esquece reza pra sair
Vejo uma pá de gente retrocesso
Ordem e progresso não se tem por aqui
Fume o que quiser esploda sem miséria
Quem sabe de você é você e já era.
Se mata mude só não te ilude
Nicotina também mata - É tua saúde
Pó pedra fumo, é só consumo, como pode?
Vi na antiga um homem forte, comprometa seu futuro
bota pra dentro traga a morte, espero que na seqüela
você tenha sorte,
Ninguém da bola pra pobre viciado é o que tem
Eu lamento chegado, fica ligado
Dou valor a minha cabeça dou valor aos meus irmãos
Sangue bom - Nitro-G
corpo e mente andam juntos por aqui
Talvez consiga me entender - vê se vê
Seu destino quem sabe é você...
È tudo com você...


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Da Guedes

Ver todas as músicas de Da Guedes