Sobre a Luz e o Túnel

Da Guedes

Se não vai citar nomes não fale dos homens,
não critique o gênio não estresse o poeta
se não tem uma rima boa na boa sem onda escuta essa,
vê se interessa passe a régua mas não peça trégua
mas se ajudou, conscientizou toca na festa.
Daí, daí bola um fininho pra nós ficar bem de cantinho
só no bico delas de todas elas do asfalto, ou da favela
mas não da goela pros outros e pras outras aquelas
que no final do baile é só seqüela. Putz bah! Que merda
mudando de idéia nossa voz é coisa séria
mais alma do que matéria
a arte do combate que atira inteligência e faz o resgate
e o mano amassa a lata, vende no ferro velho esquece o crack
depois faz um biscate
compra um microfone fala o seu nome e se emocione com o sampler de Alcione
"Se a vida é curta..."
É o rap, alerte, coloque-se em prontidão
meu mano Baze citou bem no fado da Ultramen lembrei sim não foi em vão
não faça mal aos meus tímpanos sangue bom,
Do Partenon, Adversus adverte pra que Deus abençoe e observe nosso mundo
e preserve e conserve todos os vagabundos
pois somos nós mais de trinta e seis homens justos,
Da Guedes, meus respeitos a Bira, Marieti, Gibbs, Deelay
e como já citei zzz a quem merece
e não esquece evolução é uma coisa que a todo periférico compete
e preste atenção no que o mano velho diz se ta bom pede bis,
prosperidade final da primeira parte só na arte, Negro Xis

É, só que os louco aqui não dominou.
Respeito a quem não se sujou, que é quem de que lado ficou,
já registraram quem o mostrou,
respeito a quem não se sujou é que os louco aqui não dominou
a quebrada se identificou aí virou.

Mas a luz falsa hipnotiza o bobo
compra a sua alma com ouro de tolo
humanos viram monstros querem o topo,
o ponto mais alto pra ficar cuspindo nos que passam lá em baixo
no revés, ficam loucos acabam no fundo do poço
com lodo até o pescoço até ser puxado de novo
por um braço forte, e um sorriso no rosto,
o bem também vem como troco assim por fim vem que a vida não é um jogo
que Deus não dorme e está de olho
na 45 da Almira pro lado do beco sabemos
onde nunca rolou medo nem veneno
só os bem chegados como vento ameno nós mesmos
tempos inesquecíveis, emoções irrimáveis
nos livrou do mau de tempos desfavoráveis
mas veloz e feroz vem o destino e ele peço que traga sempre a luz divino
Fabiano, Lica, Nequinho, Marcelinho Bibiano, vamo que vamo
Vitor Hugo , Fafa, Paulinho do Dorneles, os pé de pano,
valeu pelo respeito, paz no peito , meu morro, meus manos

DJ - "Foram me chamar eu estou aqui..."

Composição: Negro X / Nitro DI
Enviada por rafaela. Revisão por balabo5_uk.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Da Guedes

Ver todas as músicas de Da Guedes