LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Where Are You?

Coil

Where Are You?

Where are you?
Are you hiding from me?
Are you still looking for things that no-one else can see?

Where are you?
Are you in some place that we cannot reach?
Are you bathing in moonlight or drowned on the beach?

Where are you?
Are you surrounded by things we cannot penetrate?
Is the cage you love the home you also hate?

Your fear of death attracts such strange objects
Smothering you, hiding you, don't let it spoil you
Show yourself so the others may see you
So the others may feed you
They want to be near you

If you can't get enough of your hypnotic injection
Then it's time to put an end to this invalid function
Poor little ghost boy
Let me be your human toy

Where are you?
No-one's seen you for years
Have your wounds grown wings? Are you feasting on fears?
I can see your dark corona is eating into you
You're surrounded by things we cannot penetrate
Is the cage you love the home you also hate?
Life lies with the scissors inside her
The surgeon was a butcher
All of us are wounded, anaesthetised in A&E
Numbed by stuff we should not see
Each of us lies bleeding
Our rivers intermingling
Poor little ghost boy
Let me be your human toy

I'll wrap my last kiss in a bandage
I'll wrap my last kiss in a bandage
I'll wrap my last kiss in a bandage
I'll wrap my last kiss in a bandage

Onde Está Você?

Onde está você?
Você está se escondendo de mim?
Você continua procurando por coisas que ninguém mais é capaz de ver?

Onde está você?
Você está em algum lugar que não podemos alcançar?
Você está se banhando na luz da lua ou afogado na praia?

Onde está você?
Você está cercado por coisas que não podemos penetrar?
A gaiola que tu amas é o case que você também odeia?

Seu medo da morte atrai objetos tão estranhos
Sufocando-te, escondendo-te, não deixe lhe estragar
Se mostre então os outros poderão lhe ver
Então os outros poderão lhe alimentar
Eles querer ficar perto de ti

Se tu não podes ter o suficiente de tua injeção hipnótica
Então é hora de por um fim nessa função inválida
Pobre pequeno garoto fantasma
Deixe-me ser seu brinquedo humano

Onde está você?
Ninguém tem lhe visto por anos
Suas feridas cresceram asas? Está se alimentando de medos?
Posso ver que sua coroa negra está se alimentando de ti
Você está cercado por coisas que não podemos penetrar?
A gaiola que tu amas é o case que você também odeia?
A vida está com tesouras dentro dela
O cirurgião era um açougueiro
Todos nos estamos feridos, anestesiados no Pronto Socorro
Entorpecidos por coisas que não deveríamos ver
Cada um de nós está sangrando
Nossos rios se misturando
Pobre pequeno garoto fantasma
Deixe-me ser seu brinquedo humano

Vou embrulhar meu último beijo em uma atadura
Vou embrulhar meu último beijo em uma atadura
Vou embrulhar meu último beijo em uma atadura
Vou embrulhar meu último beijo em uma atadura

Posts relacionados

Ver mais no Blog