O Amor Nunca Acabará

Chris Fernandes

Ainda que eu falasse a língua dos homens e a língua dos anjos
Se eu não tivesse amor, nada seria
E ainda que eu tivesse uma tamanha fé que transportasse os montes
Se eu não tivesse amor, nada seria
Se eu não tivesse amor, nada seria

O amor é paciente, é longânime, não arde em ciúmes
Nem leviandade, nem se ensoberbece

Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta

Havendo profecias sumirão, havendo línguas cessará
Havendo ciências passarão, mas o amor nunca acabará

Composição: Chris Fernandes
Enviada por Chris.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog