Earth: The Oldest Computer (The Last Night) (feat. Azealia Banks)

Childish Gambino

Original Tradução Original e tradução
Earth: The Oldest Computer (The Last Night) (feat. Azealia Banks)

See now I don't wanna see an era, an era, an era
See now I just wanna live forever, and ever
Maybe it's the last night
Maybe it's the last night

When the world was discerned with this and that
I was young, didn't know to hold it back
Now we here and the world is something else
We could leave any day you call for help
We were gods, nobody was above me
That A on my chest like adultery
That A on my chest, put your fist up
That A on my chest like a chipmunk
Alvin, theodore, breathe in, breathe out, mi amor
Breathe in, breathe out, nevermind
It was time, number nine, lies
Feline with a deathwish
E-vite didn't help shit
No name on the guest list
Hold on, we were destined

See now I don’t wanna see an era (no), an era (no), an era
See now I just wanna live forever, and ever
Maybe it’s the last night
(You and me)
Maybe it’s the last night
(Fireworks)
Maybe it’s the last night
(Oh, all the stars)
Maybe it’s the last night
(Super moon)
Maybe it's the last night

All that I have
All I don't have's the future
Take on my soul
All night

Yeah, break free from all of the insides
They godless, denied us
But we don't give a, about the next day
We were never here, never know if the world change
Common sense, the consequences
Retweet the truth then regret the mentions
We are the wireless survivors of things gone
Slaves to the unnamed, never live long
Live and die by the line, never know fear
Even I won't survive, is it unfair?
Is it unfair? Cause I don't care
When I step on that ant on the grass
Progress the only thing that will last
3005, the year that we fear, only God will survive
To be alone is alive

See now I don’t wanna see an era, an era, an era
See now I just wanna live forever and ever
Maybe it’s the last night
Maybe it’s the last night
Maybe it’s the last night
Maybe it’s the last night
Maybe it’s the last night
See now I don’t wanna see an era, an era, an era
See now I just wanna live forever and ever
Maybe it’s the last night
Maybe it’s the last night
Maybe it’s the last night
Maybe it’s the last night
Maybe it’s the last night

She got that body, oh me oh my
Send them pics to my phone, gpoy
She got that body, oh me oh my
Send them pics to my phone, gpoy
Gpoy
Gpoy
Gpoy
Gpoy
Gpoy
Gpoy
Send them pics to my phone, gpoy

Terra: O Computador Mais Antigo (A Útlima Noite) (part. Azealia Banks)

Veja agora não quero ver uma era, uma era, uma era
Veja agora eu só quero viver para sempre e sempre
Talvez seja a última noite
Talvez seja a última noite

Quando o mundo foi distinguido com isso e aquilo
Eu era jovem, não sabia o que fazer
Agora estamos aqui e o mundo é outra coisa
Podemos deixar qualquer dia, você pede ajuda
Nós éramos deuses, ninguém estava acima de mim
Aquele A no meu peito igual adultério
Aquele A no meu peito, coloque seu punho pra cima
Aquele A no meu peito igual um esquilo
Alvin, Theodore, respire, expire, meu amor
Respire, expire, esqueça
Era hora, número nove, mentiras
Felino com um desejo de morte
E-vite não ajudou em nada
Nenhum nome na lista de convidados
Aguarde, estávamos destinados

Veja agora eu não quero ver uma era (não), uma era (não), uma era
Veja agora eu só quero viver para sempre e sempre
Talvez seja a última noite
(Você e eu)
Talvez seja a última noite
(Fogos de artifício)
Talvez seja a última noite
(Oh, todas as estrelas)
Talvez seja a última noite
(Super Lua)
Talvez seja a última noite

Tudo o que tenho
Tudo o que eu não tenho é o futuro
Pegue minha alma
A noite toda

Sim, liberte-se de todo mal do interior
O Deus deles, nos negaram
Mas não damos a mínima para o amanhã
Nunca estávamos aqui, nunca saibamos se o mundo mudou
Senso comum, as consequências
Retweet a verdade, então lamente as menções
Nós somos os sobreviventes sem fio das coisas desaparecidas
Escravos para o sem nome, nunca vivemos muito
Viva e morra na linha, nunca conheça o medo
Mesmo eu não sobreviverei, é injusto?
É injusto? Porque eu não me importo
Quando piso naquela formiga na grama
Progresso é a única coisa que importa
3005, ano que tememos, só Deus vai sobreviver
Ficar sozinho é estar vivo

Veja agora, não quero ver uma era, uma era, uma era
Veja agora eu só quero viver para sempre e sempre
Talvez seja a última noite
Talvez seja a última noite
Talvez seja a última noite
Talvez seja a última noite
Talvez seja a última noite
Veja agora, não quero ver uma era, uma era, uma era
Veja agora eu só quero viver para sempre e sempre
Talvez seja a última noite
Talvez seja a última noite
Talvez seja a última noite
Talvez seja a última noite
Talvez seja a última noite

Ela tem esse corpo, caramba
Envie essas fotos para o meu telefone, gpoy
Ela tem esse corpo, caramba
Envie essas fotos para o meu telefone, gpoy
Gpoy
Gpoy
Gpoy
Gpoy
Gpoy
Gpoy
Envie essas fotos para o meu telefone, gpoy

Enviada por Paulo e traduzida por Paulo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Childish Gambino

Ver todas as músicas de Childish Gambino