Dans Un Autre Monde

Céline Dion

Original Tradução Original e tradução
Dans Un Autre Monde

Loin, loin, c'etait certain
Comme une immense faim, un animal instinct
Oh, partir, partir et filer plus loin
Tout laisser, quitter tout, rejoindre un destin

Bye bye, mais faut que j'm'en aille
Adieu tendres annees, salut champs de bataille
Et sentir, oh sentir et lacher les chiens
Y'a trop de trains qui passent, ce train c'est le mien

Et tant pis pour moi, et tant pis pour nous
J'aurais pu rester ou la roue tourne, ou tout est doux
Moi j'avais pas l'choix, ca cognait partout
Le monde est a ta porte et se joue des verrous

Rendez-vous dans un autre monde ou dans une autre vie
Quand les nuits seront plus longues plus longues que mes nuits
Et mourir, oh mourir, mais de vivre et d'envie
Rendez-vous quand j'aurai devore mes appetits

Beau, beau de bas en haut
J'aimais manger sa peau j'aimais boire a ses mots
Mais trop tard, ou brouillard, ou bien trop tot
C'etait la bonne histoire mais pas le bon tempo

Bye bye, faut que j'm'en aille
Une croix sur ses levres et ma vie qui s'ecaille
Et s'offrir et souffrir et tomber de haut
Et descendre et descendre au fond sur le carreau

Et tant pis pour moi, et tant pis pour lui
J'pourrais l'attendre ici, rien ne s'oublie tout est gris
Moi j'avais pas l'choix, ca cognait aussi
C'est le monde a ta porte et tu lui dis merci

Rendez-vous dans un autre monde ou dans une autre vie
Quand les nuits seront plus longues plus longues que mes nuits
Et mourir, oh mourir, mais de vivre et d'envie
Rendez-vous quand j'aurai devore mes appetits

Rendez-vous dans un autre monde ou dans une autre vie
Une autre chance, une seconde et tant pis pour celle-ci
Et puis rire a perir, mais rire aujourd'hui
Rendez-vous quelque part entre ailleurs et l'infini
Rendez-vous quand j'aurai devore mes appetits
Rendez-vous quelque part entre ailleurs et l'infini
C'est le monde a ta porte et tu lui dis merci

Rendez-vous dans une autre monde ou dans une autre vie
Une autre chance, une seconde et tant pis pour celle-ci
Et puis rire a perir, mais rire aujourd'hui

Ticket pour autre rencontre, rencard au paradis
Et puis rire a perir mais rire aujourd'hui
Au plaisir a plus tard et plus tard est si joli

Em Um Outro Mundo

Longe, longe, certamente era
Como uma imensa fome, um instinto animal
Oh, partir, partir para ainda mais distante
Abandonando tudo, deixando tudo, para encontrar um destino

Adeus, adeus, eu tenho que ir
Adeus anos carinhosos, oi campos de batalha
E sentir, oh sentir e soltar os cachorros
Muitos trens passam, este trem é o meu

É muito ruim para mim, é muito ruim para nós
Eu poderia ter permanecido onde a roda gira, onde tudo é macio
Eu não tive a escolha, ela que bateu em toda parte
O mundo é sua porta e você está fazendo gracinhas na fechadura

Encontros em outro mundo ou em outra vida
Quando as noites serão mais longas
Do que minhas outras noites
E morrer, oh morrer, mas viver do desejo de

Quando eu terei devorado meus apetites
Bonito, bonito do início ao fim
Eu gostaria de comer sua pele, eu gostaria de beber suas palavras
Mas é muito tarde, ou sob a névoa, muito cedo

A história era boa mas o tempo não
Adeus, adeus, é necessário que eu vá
Uma cruz em seus lábios e minha vida se vai
É para se oferecer, é sofrer e cair do alto

É descer, e descer, ao fundo da telha
É muito ruim para mim, e muito ruim para ele
Eu poderia esperar por ele aqui, nada se esquece, tudo vai ficar cinzento
Eu não tive qualquer escolha, que também veio

O mundo é sua porta e você lhe diz obrigado
Quando minhas noites serão mais longas, mais longas que as minhas
Encontros em outro mundo ou em outra vida
Outra chance, um segundo é muito ruim para este aqui

Então sorria o suficiente para morrer, mais sorria hoje
Encontros em uma outra parte no infinito
Encontros quando terei devorado meus apetites
Encontros em uma outra parte no infinito
O mundo é sua porta e você lhe diz obrigado
Encontros em um outro mundo ou em uma outra vida
Uma outra sorte, um segundo é muito ruim para este aqui

Então sorria o suficiente para morrer, mas sorria hoje
O bilhete para encontros, marcado no paraíso
Então sorria o suficiente para morrer, mas sorria hoje

Encontros entre a infinidade, e o mundo, sua porta e você conta com ele
Para o prazer, para depois, é depois, tão bonito

Composição: J.J. Goldman / Jean-Jacques Goldman
Revisão por Danilo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Céline Dion

Ver todas as músicas de Céline Dion