Übermensch

Carranca

Nêgo, não tem arrego
'Guenta' o açoite, aceita e segue avante
Forte o bastante, confia, sou doravante teu guia
Tens proteção e propulsão em mim
É como a chave do poder daquilo que é etéreo
Já debulhado pra você aqui no teu estéreo
O que te falta pra entender que não, não tem mistério
Toda a tua força no querer, e erga o teu império
És teu deus (Übermensch)
Vem da garra e da fibra a magia da vibra
És teu deus (Übermensch)
Nasce, vive e procria, consciência vigia
Raça, não se desfaça
Seja qual for, assuma-se mutante
Quando o amor for a lei, aprenderão o que sei
E viverão a vida em 'powerplay'
É como a chave do poder daquilo que é ete-ri-é-ri-o
Já debulhado pra você aqui no teu estéreo
O que te falta pra entender que não, não tem miste-ri-é-ri-o
Toda a tua força no querer, e erga o teu império
És teu deus (Übermensch)
Vem da garra e da fibra a magia da vibra
És teu deus (Übermensch)
Nasce, vive e procria, consciência vigia

Composição: Rodrigo Costa
Enviada por Paulo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Carranca

Ver todas as músicas de Carranca