A Marcha

Carranca

Tu tá aí vivão e quer mais o quê?
Quem fala é um guardião, dos que tu não vê
Mas se liga em mim não, se liga em você
Tô na contenção pro que acontecer

Mas tem que tentar
Tem que descer
Vir pra matar e morrer
Volver até depurar

Incansável, a marcha à frente
Invencível, a casta valente
Incurável, tá dentro da gente
Impossível parar

Fez a tua opção, então não vai correr
Abrace essa missão se quiser vencer
Tens a minha mão pra te socorrer
Sou teu grande irmão, mas não o da TV

Labirinto, vai guiar no instinto
O animal faminto à razão
Verdadeiro flow, altaneiro voo
Rumo à imensidão

Neste exato momento
Hordas de entidades malignas
Sobrevoam o orbe terreno
Retroalimentando vibrações nefastas
Abarcando suas últimas almas
Pobres irmãos os que sucumbirão
Enquanto as altíssimas ordens celestiais
Em perfeito timing, executam o resgate
Daqueles poupados da misericordiosa
Fúria divina de renovação
Ouvirão o trovão

Incansável, a marcha à frente
Invencível, a casta valente
Incurável, tá dentro da gente
Impossível parar

Não se deixe levar por seus demônios internos

Composição: Rodrigo Costa / Vidaut
Enviada por Mateus.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Carranca

Ver todas as músicas de Carranca