Vens para dizer que já é tarde
Para começar de novo
E que é tarde demais
Para me abraçares

Vens para dizer que ainda é cedo
Cedo demais para me entenderes
E que não é sede nem medo
É outra coisa qualquer

E eu não posso
Não devo
Ficar à tua espera
Se tu não vens
Se não chegas
Se tu não te entregas

Eu vou para não molhar os olhos
Vou para não nos ver cair
“Adeus eu tenho onde ir”
Sem me esquecer de onde moro

Mas falas a língua que eu falo
Ouves-me sem me julgar
Dás o nó sem dar o laço
Que nos une à eternidade

Então eu falo sem pensar
E ouves sem discutir
Enquanto eu procuro os lugares
Onde nos esquecemos de ir

E eu não posso
Não devo
Ficar à tua espera
Se tu não vens
Se não chegas
Se tu não te entregas

E eu não posso
Não devo
Ficar à tua espera
Se tu não vens
Se não chegas
Se tu não te entregas


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Carolina Deslandes

Ver todas as músicas de Carolina Deslandes