Omnia Sol Temperat

Carmina Burana

Original Tradução Original e tradução
Omnia Sol Temperat

Omnia sol temperat
Purus et subtilis
Novo mundo reserat
Faciem aprilis
Ad amorem properat
Animus herilis
Et iocundis imperat
Deus puerilis

Rerum tanta novitas
In solemni vere
Et veris auctoritas
Jubet nos gaudere
Vias prebet solitas
Et in tuo vere
Fides est et probitas
Tuum retinere

Ama me fideliter
Fidem meam nota
De corde totaliter
Et ex mente tota
Sum præsentialiter
Absens in remota
Quisquis amat taliter
Volvitur in rota

Tudo o Sol Tempera

Tudo o sol tempera
Puro e sutil
E de novo ao mundo revela
A face de Abril
Ao amor impele
A alma senhoril
E deleites rege
O deus pueril

Tantas coisas renovadas
Na festividade primaveril
E o poder da primavera
Exige que nos alegremos
Ele mostra os caminhos já conhecidos
E em tua primavera
Fiel e honesto é
Que te preserves

Ama-me fielmente
Nota minha fidelidade
De todo meu coração
E de toda minha mente
Estou presente
Ainda que ausente na distância
Quem quer que ame de tal jeito
É revolvido na roda

Composição: Carl Orff
Enviada por Maria. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Carmina Burana

Ver todas as músicas de Carmina Burana