De Alegria Raiou o Dia

Carlos Dafé

Até surgir a madrugada
Vou venerar a minha amada
Trocar o pranto pelo canto
E uma vontade imensa de se encher de amor
Beijos e abraços seja aonde for
E uma vontade imensa de se encher de amor
Beijos e abraços seja aonde for
Seja aonde for (seja)

Até surgir a madrugada
Vou venerar a minha amada
Trocar o pranto pelo canto
E uma vontade imensa de se encher de amor
Beijos e abraços seja aonde for
E uma vontade imensa de se encher de amor
Beijos e abraços seja aonde for

Tanta penitência, que impaciência
Eu não posso mais viver assim
Tenha paciência, seja mais amiga
Vou te venerar até o fim

Tanta penitência, que impaciência
Eu não posso mais viver assim (não, não, não, não, não, não, não, não)
Tenha paciência, seja mais amiga
Vou te venerar até o fim

Na madrugada
Oh, minha amada
De alegria raiou o dia

Na madrugada
Oh, minha amada
De alegria raiou o dia

Alegria de nascer
Alegria de cantar
Alegria de viver
Alegria de amar

Alegria de nascer
Alegria de cantar
Alegria de viver
Alegria de amar

Em paz
De amar em paz
De amar em paz
De amar em paz
De amar em paz

Composição: Carlos Dafé / Mita
Enviada por João.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog