Aprenda inglês com a maior plataforma de letra de música da América Latina
Participar

Esse mundo tá louco

Carlinhos Veiga

Marimbondo é preto, abelha amarela
Rico anda de carro, pobre de chinela
Se o bicho ferroa, funciona a goela
Pobre sonha o céu, rico ama a terra

Nas contas que fiz
Não sobrou nem um troco
Ou eu sou ruim de conta
Ou esse mundo tá louco

Não existe uma dor igual dor de dente
É aguda, é fina, incomoda a gente
Tem muito artista que passou pra crente
Pra dar testemunho a oferta é indecente

Nas contas que fiz
Não sobrou nem um troco
Ou eu sou ruim de conta
Ou esse mundo tá louco

Os políticos de hoje crêem no ideal
Da globalização, de fazer tudo igual
A praga se espalha pelo capinzal
O império se alastra engolindo o local

Nas contas que fiz
Não sobrou nem um troco
Ou eu sou ruim de conta
Ou esse mundo tá louco

Quase tudo hoje em dia não é natural
Ninguém mais é o mesmo, tá articificial
Mudar a cor do cabelo e do olho é normal
Põe até silicone pra erguer o peitoral

Nas contas que fiz
Não sobrou nem um troco
Ou eu sou ruim de conta
Ou esse mundo tá louco
Aprendi um ditado que vem do sertão
Só carro de boi, que geme, é dos bão
Crente que afasta se vem provação
Num apruma, num vinga, num cresce mais não

Nas contas que fiz
Não sobrou nem um troco
Ou eu sou ruim de conta
Ou esse mundo tá louco

Eu conheço gente que despreza a viola
Prefere outros ritmos ao invés de uma moda
Mas quando a bichinha balança as dez cordas
O peito num güenta os meninos aboba

Nas contas que fiz
Não sobrou nem um troco
Ou eu sou ruim de conta
Ou esse mundo tá louco.

Composição: Carlinhos Veiga
Enviada por Nice.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Você não precisa da tradução para entender essa letra!

Participe do evento e aprenda inglês com música

Quero participar

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Carlinhos Veiga

Ver todas as músicas de Carlinhos Veiga