Addicted To Vaginal Skin

Cannibal Corpse

Original Tradução Original e tradução
Addicted To Vaginal Skin

A relapse of my body
Sends my mind into multiple seizures
Psychologically a new human being
One that has never been

Cursed by the shamen
his voodoo spell has my soul
My limbs
go numb
I can't control my own thought
Are his now
his evil consuming me
ever telling me
begin the clit carving

Slowly turning me, into a flesh eating zombie
Knowing this spell can only be broken
by the vaginal skins of young women
I proceed to find the meat
their bleeding cunts will set me free
Warmth seeping from this
Body
Rotted
After I sucked the blood from her ass

I feel more alive
more alive than I've ever been
Even though now I'm dead within

My mouth drools
As I slice your perinium
My body smeared
With the guts I've extracted
through her hole, came swollen organs
cunnilingus with the mutilated

My spirit returned from the dead
Released by the priest
but I felt more real
when I was dead

The curse is broken
I have a dependence on vaginal skin
It's become my sexual addiction
I must slit, the twitching clit
Rotted cavity hold the juice

Between the legs, I love to carve
My cock is dripping with her blood

Viciado Em Pele Vaginal

Um relapse de meu corpo
Emite minha mente em apreensões múltiplas
Psicològicamente uma nova existência humana
Um que nunca foi

Amaldiçoado pelo shaman
Seu feitiço tem minha alma
Meus membros
Ficaram dormentes
Eu não posso controlar meu próprio pensamento
É dele agora
Seu mal me consome
Sempre me dizendo
Comece a escavar um clitóris

Lentamente me tornando,em um zumbi comedor de carne
Sabendo que esse feitiço, só pode ser quebrado
Pelas peles vaginais, das mulheres jovens
Eu prosigo para encontrar a carne
Seus sangramnetos vaginais me libertarão
Calor que escoa deste
Corpo
Apodrecido
Depois que eu suguei o sangue de seu cu

Eu me sinto mais vivo
Mais vivo do que eu fui sempre
Mesmo que agora eu esteja morto por dentro

Minha boca saliva
Enquanto eu corto seu períneo
Meu corpo manchado
Com as entranhas que eu extraí
Através de seu buraco, vieram os órgãos inchados
Cunilíngua com a multilada

Meu espírito retornou dos mortos
Liberado pelo padre
Mas eu me senti mais real
Quando eu estava morto

O maldição é quebrada
Eu tenho uma dependência de pele vaginal
Se tornou, meu vício sexual
Eu devo cortar, o clitóris contraído
A cavidade apodrecida, carrega o suco

Entre as pernas, eu amo cravar
Meu pau está gotejando com o sangue dela

Composição: Cannibal Corpse / Chris Barnes
Enviada por Daniela. Legendado por lucas123. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog