Là Où Je Suis Née

Camille

Original Tradução Original e tradução
Là Où Je Suis Née

Là où je suis née
Il n'y a pas de gare
Il n'y a pas de route
Même pas de trottoir

Là où je suis née
Il n'y a pas de phare
Il n'y a pas de train
Loin dans le brouillard

Oh je lis dans vos yeux
Que je ne peux pas compter sur vous
Mais j'y retournerai
J'irai seule c'est ma vie après tout

Là où je suis née
Il n'y a pas de gare
J'y vais en secret
Rien que de mémoire

Il y a des odeurs de lessive
De fleurs et c'est si doux
Il y a des cabanes dans les arbres
Et de l'amour surtout

Là où je suis née
Il n'y a pas de guerre
Et les hommes sont de toutes les couleurs

Oh je lis dans vos yeux
Que je ne peux pas compter sur vous
Mais j'y retournerai
J'ai oublié le chemin c'est tout

Lá Onde Eu Nasci

Lá onde eu nasci
Não há estação
Não há estrada
Nem mesmo, calçada

Lá onde eu nasci
Não há farol
Não há trem
Distante, no nevoeiro

Oh, eu li nos teus olhos
Que eu não posso contar contigo
Mas eu retornarei
Eu irei só, é a minha vida, antes de tudo

Lá onde eu nasci
Não há estação
Eu vou secretamente
Levando, apenas, minha memória

Há odores de lixívia
Das flores doces e suaves
Há cabanas nas árvores
E amor, sobretudo

Lá onde eu nasci
Não há guerra
E os homens são de todas as cores

Oh, eu li nos teus olhos
Que eu não posso contar contigo
Mas eu retorno, sempre
E já esqueci o caminho para lá , isso é tudo

Enviada por Andressa e traduzida por déborah. Revisão por Erika.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Camille

Ver todas as músicas de Camille