LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

No Dejes Que

Caifanes

No Dejes Que

Cuando veo atravez del vaso
Veo atravez del tiempo
Donde los sentidos se dislocan
Donde los temores se evaporan

Y aprovecho para desdoblarme
Para salir del vaso
Con las paredes veo tu rastro
Con la memoria busco tu rostro

Y no se por que
No me importa saber porque

No dejes que
Nos coma el diablo amor
Que se trague tu calor
Que eructe mi dolor

Cuando veo atravez del humo
Me voy volando y tu eres mi guia
Entre los mundos nos haremos viejos
Donde algun dia estaremos tranquilos

Y no se por que
No me importa saber porque

No dejes que
Nos coma el diablo amor
Que se trague tu calor
Que eructe mi dolor

Não Deixe Que

Quando enxergo através do vaso
Vejo através do tempo
Onde os sentidos se movem
Onde os temores evaporam

E aproveito para me desdobrar
Para sair do vaso
Com as paredes, vejo seu rastro
Com a memória, busco seu rosto

E não sei porque
Não me importa saber porque

Não deixe que
O diabo nos coma, amor
Que traga seu calor
Que se expire minha dor

Quando vejo através do fumo
Vou voando e tu és minha guia
Pelos mundos nos tornaremos velhos
Onde algum dia estaremos tranquilos

E não sei porque
Não me importa saber porque

Não deixe que
O diabo nos coma, amor
Que traga seu calor
Que se expire minha dor

Composição: Saul Hernández
Traduzida por Álvaro