Controverso (part. Luccas Carlos)

Cacife Gold

[Nog e Luccas Carlos]
Primeiro vem os Raps
Depois vem os shows
E depois vem o cash
Depois vem as hoes
Mas eu não posso me iludir
É só pra quem é, não é pra quem quer

Primeiro vem os Raps
Depois vem os shows
Depois vem o cash
E depois vem as hoes
Mas eu não posso me iludir
É só pra quem é, não é pra quem quer

[Nog]
Dispara!
Da boca sai bala
A sua boca se cala
Se abala com pouca palavra
Que é tapa na cara de cara que fala
E é falta de ter buceta
Enquanto eu sigo trampando esses mano vai lá bater punheta
Fiz uma lírica que te excita
Essas mina me liga e me irrita
Com 15 quis ser vadia
Com 20 já vi com filha pra cuidar
Sou sincero, pode pá!
É o que dá abandonar, não orientar
Vodca não é 7Belo!
Controverso, eu sou, com meus verso no flow
Se eu tô no inferno interno eu desconto nos shows
Sou de 93, hoje com 23
Trouxe sem tímidez um flow que eu não vi quem fez, cuzão

[Predella]
Aí, ó, vão se foder você e os MC zoado
Que tá sugando o Emicida desde o ano passado
Essa porra é Rap, arrombado!
E pra comprar corrente de ouro eu nunca balancei o rabo
E eu fui pra saber: Quem tem boi?
Quem que paga de malandro na banca dos mano mais ruim de São Paulo?
SP é crise, é o inferno, é lona
Nós é dos que manda ir se foder seu diploma
Pô, mano, eu tô na de boot da Joma
Quem tem muita boca vai pra cela, não pra Roma
Quem tem boca vai aonde a sua mente chegar
Quem fala alto e não pensa, a tendência é tombar
Bombou! Não fiz meu som pra bombar
Bomba porque é foda e deixa as tia tonta
Tonteou! Não fiz meu som pra blá, blá, blá
É tiro pra caralho! Clack, clack, clack, pá
DJ Pãozinho, cê não vai
O DJ Cidy mandou e cê não foi
Fui, falou!
Eu já assaltei a Villa Grano de chinelo
E ó que eu era gordão e o Cacauzinho magrelo
Clássico igual Grande Otelo, rimo igual Speed Freaks
Foda-se a Britney Spears, nosso foco é Malcolm X
Desde o Ice Chocolombia tiro onda de infeliz
Marimbeiro, estrupício, traga mais haxixe!
Certo pra nunca tá interrompido
A Vila Pompéia era Itália e o comércio do Álcool corrompido
Família Matarazzo, Família Predella, só família de bandido!
Passamos na West batido e fizemos polícia bater
Maluco lóc, ó, chamando CET
Sabe qual que é o procedê?
Divisão de sangue, irmão: Mil pra mim, mil procê
Truta, na Pompéia nem tamo em Havana
Truta, da Pompéia à feira de Santana
Botafogo, Humaitá, Botafogo, Humaitá
E nem tamo em Havana
Da Pompéia à feira de Santana

[Nog e Luccas Carlos]
Primeiro vem os Raps
Depois vem os shows
E depois vem o cash
Depois vem as hoes
Mas eu não posso me iludir
É só pra quem é, não é pra quem quer

Primeiro vem os Raps
Depois vem os shows
Depois vem o cash
E depois vem as hoes
Mas eu não posso me iludir
É só pra quem é, não é pra quem quer

[Felp]
Vejo a maleta de notas, os drinque na mesa, uns quilos de sobra
Pra fortaleza, os pente de glock
Armando a defesa e um áudio no pinote
No ataque surpresa, mantendo a frieza
Ou você caça ou cê vira a presa
Subida, descida, da vida bandida
Choros, sirene, bala perdida
O mundo gira, o jogo vira
A noite conspira, fofoca, mentiras
Mano traíra, cada medida mantida
Sempre por dinheiro na mira
E os moleque nos corre do cheque, de Chevette pelo habitat
Notas em leque, montando a maquete
Vacilou é xeque-mate!
Descendo a rua, escutando som pesado
Dobro a esquina, cumprimento os aliado
Sei a diferença entre o certo e o errado
Quem vacila é cobrado com o descarrego do pente lotado
Soldado armado no campo minado já fica furado
E crivado de bala, deu pala na fala, jogado na mala
Assinatura do contrato é a mesma do boletim de ocorrência
Dos filha da puta que tramou pra mim
Inteligência
As gravadora tão na bota
E eu montei a minha própria e nessas drogas eu fiz um din
Só sobrou pro advogado mic e caixa de som
O resto do meu sonho foi dispor de dedicação, cuzão
Nem vem falar do meu corre
Dirijo carros velozes com as modelos mais caras
Se trocando por doses
É isso que cê quer?
Um milhão dessas vadias não valem a minha de fé
Hoje corrente de ouro na capa da revista
Mesmo moleque doido que incomoda a polícia
Marginal nos panos, executando os planos
Registro do legado por tudo que nós plantamos
Hoje é Cacife Gold lotando todos os shows
Ingressos sold out! Doze anos, puro malt
Primeiro vendi droga, depois vendi o show
Investi nas track, lírica, ideia e flow
Com a 9 cherokee, pros filha da puta que tentar me derrubar
É a minha vida nesse Rap, a rua me criou
Cacife Clan e Costa Gold
Mas eu não posso me iludir
Respeita o nosso enredo e nem tenta atravessar

[Nog e Luccas Carlos]
Primeiro vem os Raps
Depois vem os shows
E depois vem o cash
Depois vem as hoes
Mas eu não posso me iludir
É só pra quem é, não é pra quem quer

Primeiro vem os Raps
Depois vem os shows
Depois vem o cash
E depois vem as hoes
Mas eu não posso me iludir
É só pra quem é, não é pra quem quer

[Luccas Carlos]
Foi tipo amor a primeira vista, mas pra você eu tô cego
Quero a grana, joga pra cá que eu pego
E se ela joga a bunda, cê sabe que eu não nego
São mais de 6 anos na luta
Pergunta se eu não tive conduta
Deixo um salve pra geral que me escuta
Eu quero é que se foda os filho da puta
Não, eles não sabem o valor
Sim, eles querem o meu lugar
Sim, eles sabem quem eu sou
Não, eles não vão me parar
Porque eu tô avançado de novo
Tenta uma comigo e eu mostro o poder de fogo
Saiba que eles nunca querem te ver no topo
Mas se você der mole, eu tomo conta do jogo

[Nog e Luccas Carlos]
Primeiro vem os Raps
Depois vem os shows
E depois vem o cash
Depois vem as hoes
Mas eu não posso me iludir
É só pra quem é, não é pra quem quer

Primeiro vem os Raps
Depois vem os shows
Depois vem o cash
E depois vem as hoes
Mas eu não posso me iludir
É só pra quem é, não é pra quem quer

Composição: Luccas Carlos / Lucas Predella / Felp22 / Caio Nog
Enviada por Victor. Revisão por Rafaela.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Cacife Gold

Ver todas as músicas de Cacife Gold