De Camino a la Vereda

Buena Vista Social Club

Original Tradução Original e tradução
De Camino a la Vereda

!Óígame compay! No deje el camino por coger la vereda.

Usted por enamorado
Tan viejo y con poco brillo
Usted por enamorado
Tan viejo y con poco brillo
El pollo que tiene al lado
Le ha hecho perder el trillo

!Óígame compay! No deje el camino por coger la vereda.

Ay, pero yo como soy tan sencillo
Pongo en claro esta trovada
Yo como soy tan sencillo
Pongo en claro esta trovada
Compay, yo no dejo el trillo
Para meterme en ca~nada

!Óígame compay! No deje el camino por coger la vereda.

Ay, pero estabamo´ comentando
Por qué ha abandonado a Andrea
Estabamo´ comentando
Por qué ha abandonado a Andrea
Compadre uste´ ´ta cambiando
De camino por vereda.

!Óígame compay! No deje el camino por coger la vereda.

Pero mire compadrito, uste´ ha ´dejao´ a la
pobre Geraldina para meterse Dorotea.
No hables de tu marido mujer.
Mujer de malos sentimientos,
Todo se te ha vuelto un cuento
Porque no ha llegado la hora fatal.

!Óígame compay! No deje el camino por coger la vereda.

Ay ay ay ay, canta y no llore´ Eliade´
Porque cantando se alegran, cielito mío
Los corazones.

No hables de tu marido mujer.
Mujer de malos sentimientos,
Todo se te ha vuelto un cuento
Porque no ha llegado la hora fatal.

Ay, húyanle, húyanle, húyanle al mayoral.

Pero ese senor está en el paso
Y no me deja pasar.

A la man... a la man... a la mancunchévere,
Camina como chévere ha matao su
madre, mamá

De Caminho Para Atalho

Oi compadre! Não deixe o caminho para andar pelo atalho (não troque o certo pelo duvidoso)

Você apaixonado
Tão velho e com pouco brilho
Você apaixonado
Tão velho e com pouco brilho
A jovem que esta do seu lado
Fez você perder o juízo

Oi compadre! Não deixe o caminho para andar pelo atalho (não troque o certo pelo duvidoso)

Ah, mas como eu sou tão franco
Deixo claro essa questão
Ah, mas como eu sou tão franco
Deixo claro essa questão
Compadre, não perca o juízo
Para entrar em uma furada

Oi compadre! Não deixe o caminho para andar pelo atalho (não troque o certo pelo duvidoso)

Ah, mas estávamos comentando
Porque você abandou Andréa?!
Estávamos comentando
Porque você abandou Andréa?!
Compadre você está mudando
De caminho para atalho

Oi compadre! Não deixe o caminho para andar pelo atalho (não troque o certo pelo duvidoso)

Mas olhe compadrinho, você deixou a
Pobre Geraldina para meter-se com Doroteia.
Não fale de teu marido mulher.
Mulher ingrata
Tudo se tornou em calúnia
Porque não chegou o momento fatal

Oi compadre! Não deixe o caminho para andar pelo atalho (não troque o certo pelo duvidoso)

Ai ai ai ai, canta e não chore Eliade
Porque cantando se alegram, minha querida,
Os Corações.

Não fale de teu marido mulher.
Mulher ingrata
Tudo se tornou em calúnia
Porque não chegou o momento fatal

Oh, fujam, fujam, fujam do maioral

Mas este senhor está no caminho
E não me deixa passar.

Calaman... Calaman... Calamanco certo
Caminhe certo o mato sua
Mãe, mamãe...

Composição: Ibrahim Ferrer
Enviada por janaina e traduzida por J. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Buena Vista Social Club

Ver todas as músicas de Buena Vista Social Club