My Boss Is a Corpse

Bruno Sutter

Original Tradução Original e tradução
My Boss Is a Corpse

Wake up!
Well it's a brand new day
But the same old routine
The same old war inside my head

But someone's changed it all
That one telephone call
There ain't no work today
The boss is dead!

He won't watch me no more!
He got a pencil through his eyes
He won't yell at me no more!
He got seissors through his throat
He won't boss me around!
So the boss is a corpse

I'd
I'd want to kill my boss
He was an idiot
But now he's gone it's over

Blessed be his sad fate
Now dead boss bosses
Around the realms of death

Thank you my God
I've finally got
The peace of mind
He'd stolen from me

I'd
I'd want to kill my boss
He was an idiot

I wonder who have killed the chief
With such cruelty

Belated pay and never stayed late
Looked down the jenitor
Spillet hot coffee on the cleaner
Never said sorry

Tyrant
Dicktator
Someday he would've paid

Gushing orders from his lungs
Feeling the power of stepping on ants
He got his assistent pregnant
Then he made her radundant

A sweet turn of events
Sent a beast to it's grave

The day the boss died
The hedious night is here

Someone kicked the door
With death on their eyes
He hit the boss face dozens of times
Who's in charge?
Who's calling all the shots?
Who's the boss now?
Who'll be fired?
He stabbed him with a pen
And slit his throat till the end

Listen
Here's a lesson to be learned
Watch it
Treat your own with respect

There ain't no no respect in forcing yourself
Onto the ones who only mean to help

Or maybe sooner or later
You'll be the next

Meu Chefe É Um Corpse

Acorde!
Bem, é um novo dia
Mas a mesma velha rotina
A mesma velha guerra dentro da minha cabeça

Mas alguém mudou tudo
Aquela chamada de telefone
Não há trabalho hoje
O chefe está morto!

Ele não vai me ver nunca mais!
Ele tem um lápis através de seus olhos
Ele não vai gritar comigo não mais!
Ele tem uma tesoura através de sua garganta
Ele não vai mandar em mim!
Assim, o chefe é um cadáver

Eu queria
Eu queria matar meu chefe
Ele era um idiota
Mas agora ele se foi, está terminado

Bendito seja o seu triste destino
Agora chefe morto chefia
Em torno dos reinos da morte

Obrigado meu Deus
Eu finalmente tenho
A paz de espírito
Ele tinha roubado de mim

Eu queria
Eu queria matar meu chefe
Ele era um idiota

Eu quero saber quem matou o chefe
Com tanta crueldade

Pagamento tardio e nunca se hospedaram tarde
Olhou para o genitor
Cuspiu café quente no limpador
Nunca disse desculpas

Tirano
Ditador do caralho
Algum dia ele pagaria

Jorrando ordens de seus pulmões
Sentindo o poder de pisar em formigas
Ele engravidou sua assistente
Em seguida, fez ela radundant

Uma doce mudança de realidade
Enviou um animal à sua sepultura

O dia em que o chefe morreu
A terrível noite está aqui

Alguém chutou a porta
Com a morte em seus olhos
Ele bateu na face do chefe dezenas de vezes
Quem está no comando?
Quem está chamando todas as ordens?
Quem é o chefe agora?
Quem vai ser demitido?
Ele esfaqueou com uma caneta
E cortou sua garganta até o fim

Ouça
Aqui está uma lição a ser aprendida
Veja
Trate o seu próprio com respeito

Não há nenhum respeito em forçar-se
Para aqueles que só querem ajudar

Ou talvez, mais cedo ou mais tarde
Você vai ser o próximo

Composição: Bruno Sutter / P. Guismes
Enviada por Robsom e traduzida por Fernando. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Bruno Sutter

Ver todas as músicas de Bruno Sutter