Mario de Andrade / Selvagem

Boogarins

Há dias que eu sinto meu corpo frio e morto
Pra me avisar que eu me esforço feito um
Louco e muito é pouco.
Sera que isso é amar?

Há dias que eu sinto meu corpo frio e oco
Deixo passar
Eu me esqueço o tempo todo e pouco a
Pouco eu sinto outro em meu lugar

É sobre ser selvagem, ter coragem e não
Guardar rancor

É só ver a verdade e acreditar
No infinito amor

Enviada por Rodrigo. Legendado por júlia. Revisão por Davi.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Boogarins

Ver todas as músicas de Boogarins