Über Den Horizont

Blutengel

Original Tradução Original e tradução
Über Den Horizont

Du bist in deiner welt gefangen
Ohne licht und zeit
In stiller ergebenheit
Erträgst du die einsamkeit
Du willst nicht mehr weiter
Doch du siehst den weg zurück nicht mehr
Tausend ängste in deiner seele
Und dein herz unendlich schwer

Niemand wird es je verstehen
Du kannst diesen weg nicht alleine gehen

Wenn die einsamkeit dein herz zerbricht
Und der schmerz in dir erwacht
Wenn deine dunklen träume
Dich verführen in jeder nacht
Dann komm zu mir, komm zu mir
Breite deine flügel aus und flieg
Mit mir durch die nacht
Über den horizont hinaus...

Schließ deine augen
Spür das leben ein letztes mal
Spür die kälte auf deiner haut
Nichts bleibt so wie es war
Eine neue hoffnung wird
Durch deinen mut geboren
Die schuld der vergangenheit
Bleibt in deiner erinnerung verloren

Wenn die einsamkeit dein herz zerbricht
Und der schmerz in dir erwacht
Wenn deine dunklen träume
Dich verführen in jeder nacht
Dann komm zu mir, komm zu mir
Breite deine flügel aus und flieg
Mit mir durch die nacht
Über den horizont hinaus...

Schließ deine augen
Spür das leben ein letztes mal (ein letztes mal)
Spür die kälte auf deiner haut
Nichts bleibt so wie es war
Schließ deine augen
Spür das leben ein letztes mal

Wenn die einsamkeit dein herz zerbricht
Und der schmerz in dir erwacht
Wenn deine dunklen träume
Dich verführen in jeder nacht
Dann komm zu mir, komm zu mir
Breite deine flügel aus und flieg
Mit mir durch die nacht
Über den horizont hinaus...

Do horizonte

Você está preso em seu mundo
Sem luz e tempo
Numa resignação silenciosa
Você suporta a solidão
Você não quer mais continuar assim
Porém você não vê mais o caminho de volta
Mil medos em sua alma
E seu coração terrivelmente pesado

Ninguem nunca vai enteder isso
Você não consegue ir por esse caminho sozinho

Se a solidão destroça o seu coração
E a dor em você desperta
Se seus sonhos escuros
Tentam-lhe toda noite
Então venha até mim, venha até mim
Abra as suas asas e saia voando
Comigo pela noite
Para fora do horizonte

Feche os olhos
Sinta a vida uma última vez
Sinta o frio em sua pele
Nada é como era
Uma nova esperança
Nasceu da sua coragem
A culpa do passado
Permanece perdida na sua memória

Se a solidão destroça o seu coração
E a dor em você desperta
Se seus sonhos escuros
Tentam-lhe toda noite
Então venha até mim, venha até mim
Abra as suas asas e saia voando
Comigo pela noite
Para fora do horizonte

Feche os olhos
Sinta a vida uma última vez (última vez)
Sinta o frio em sua pele
Nada é como era
Feche os olhos
Sinta a vida uma última vez

Se a solidão destroça o seu coração
E a dor em você desperta
Se seus sonhos escuros
Tentam-lhe toda noite
Então venha até mim, venha até mim
Abra as suas asas e saia voando
Comigo pela noite
Para fora do horizonte

Composição: Chris Pohl
Enviada por Adolfo e traduzida por thais. Legendado por vitor. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Blutengel

Ver todas as músicas de Blutengel